PONTOS DO BURACO NEGRO

Buraco Negro em Esquizo-Análise é um sistema que captura corpos para se alimentar

O conceito de política para personagens do Amazonas é pré-reflexivo.

Em analogia metaforizante, Jefferson Péres justapõe zumbi à decoração.

Mesmo carente de fogo o senado, Renan é “figura queimada” para Arthur.

D. Luiz faz premonição ditatorial, desconhecendo a democracia.

No surto Renan, jornais locais são afetados pela seqüela da imprensa sudestina.

Em entrevista, prefeito afirma desconhecer ônibus com janelas fechadas.

Mostrador do itinerário dos ônibus na porta traseira estão avariados.

Manaus é uma cidade onde o papel dos artistas é “animar” shows estatais.

Onde se apresenta apenas o invólucro formal dos projetos federais.

Cidadania para os poderes públicos é reivindicar direitos e não, realizá-los.

Enquanto governo se ufana de produção pesqueira, Rondônia exporta tambaqui para o Amazonas.

Os governos querem resolver o que não vêem e não resolvem o que vêem.

Orçamento Democrático é a opção por uma prioridade entre todas que não serão sanadas.

O próprio prefeito descumpre as leis, quanto a embargo de obras pelo Iphan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.