feira-do-peixe

} Exuberante em seu manancial verborrágico estereotipado, o senador Arthur ‘5,5%’ Neto, “Orgulho do Amazonas”, não se fez econômico em clichês e preconceitos ontem, dia 23, na tribuna do Senado. Entre tantas tentativas de amostragem de indignação com o que esta ocorrendo no Senado, afirmou estar sendo chantageado e ameaçado por sua posição contra os atos administrativos secretos. Disse que recebera ligação telefônica de uma voz afeminada. E para se sentir crente de sua coragem, considerou que não tinha medo, pois se assim fosse, quando morresse e encontrasse seu pai no purgatório, ele não iria aceitar que o filho, ele, tivesse tido medo, ou tivesse sido morto por alguém de voz afeminada. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} O presidente dos Estados Unidos, Obama, que não vem descumprindo o que prometera quanto sua política dos Direitos Humanos, afirmou que está “indignado” com a violência no Irã. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} O professor Odenildo Sena, um dos protegidos auxiliares do governador do Amazonas, Eduardo Braga, depois de afirmar, convicto, de que o homem conhece através da sentença, “é fato óbvio: só se tem poder sobre aquilo que se conhece”, escreveu em ufanismo telúrico sobre a condição do Amazonas no cenário científico, na força de sua imaginação, o seguinte texto: “No caso particular do Amazonas há uma revolução silenciosa em processo que, em apenas seis anos, colocou-o numa privilegiada posição de destaque ao lado dos Estados que têm longa tradição de investimento em ciência e tecnologia como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais”. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} O Sistema Brasileiro de Televisão, SBT, afirmou que gastou R$ 30 milhões na disputa por personagens do entretenimento contra a TV Record. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} A Mesa Diretora do Senado divulgou que anulou um ato administrativo secreto. São 663 atos. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} Depois de sete horas prestando depoimento sobre acusação de vários crimes, Rafael, filho do deputado Wallace, também acusado de autoria de vários crimes, disse em entrevista: “Vou provar minha inocência. Não sou bandido. Sou cidadão de bem”. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} O deputado Gabeira (PV-RJ) afirmou que para contratar a empresa de Produções de sua mulher, em 2004, usou R$ 20 mil de verba indenizatória. Para asseverar sua sinceridade, disse: “Desde que nossa relação mudou de patamar não a contratei mais com verba da Câmara”. E nem por isto baixou o preço do peixe.

} Sem nenhuma autorização de nenhuma associação psiquiátrica para diagnosticar qualquer pessoa, o disciplinado servidor do jornal Folha de São Paulo, Kennedy Alencar, em sua tara por denegrir o governo Lula, fez sua transferência, afirmando: “A popularidade subiu à cabeça de Lula”. E nem por isto baixou o preço do peixe.

2 thoughts on “E NEM POR ISTO BAIXOU O PREÇO DO PEIXE

  1. Aí, Harold,
    valeu por tocar a bola para além das quatro linhas duras do Futebol-Deus-Mercado e diminuir também na política os nós do Capital.
    Valeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.