PENDENGA NA ELEIÇÃO DO PT Oh!, my darling!

Segundo fontes ligadas ao PT, a candidata derrotada nas eleições do partido, Mariene Pantoja, após entrar com um recurso junto à executiva nacional, realizou ontem sua posse do diretório estadual do partido. A pendenga na eleição do diretório estadual se deu porque o até então vencedor, Sinésio Campos, obteve pequena vantagem.  O grupo ligado a Mariene, que conta com o apoio de 9 dos 17 membros da atual executiva estadual, entrou com recurso junto à nacional, visando eliminar os votos dos diretórios dos municípios de São Gabriel da Cachoeira, Urucurituba e Benjamim Constant, que estariam em pendência financeira com o estadual. Seus votos, portanto, não valeriam. São estes municípios que deram a vitória ao deputado estadual. O deputado tinha marcada para amanhã sua posse, o que, até o momento, não foi confirmado se irá ou não acontecer.

Segundo o site do PT, caberá à comissão formada pelo Diretório Nacional resolver as pendências judiciais referentes aos pleitos estaduais, assim como estes, aos municipais. Esta comissão será formada após a posse da nova diretoria eleita, marcada para ontem, 26.

De qualquer forma, a verdadeira questão, como já foi colocada neste bloguinho (aqui), é saber se com o resultado da eleição, o partido irá se apequenar ou desaparecer no limbo da subserviência aos partidos do governo e da prefeitura. O que, independente do candidato que assumirá, dá no mesmo. Tanto Mariene quanto Sinésio defendem interesses eleitorais, aliados, um ao governo do Estado, a outra, à prefeitura. Nenhum dos dois sintonizados com os interesses de um partido de massas que foi o PT (talvez nunca o tenha sido no Amazonas). Os colegas deputados que comemoraram efusivamente a eleição de Sinésio podem ficar despreocupados: o que vale para um, vale também para outro. São iguais.

Vença quem vencer, o PT Oh, My Darling! permanece.

1 thought on “PENDENGA NA ELEIÇÃO DO PT Oh!, my darling!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.