*……….::::: CHAGÃO:::::……….*

Quien quiera entender como funciona el mundo
deberá entender el fútbol”.
Roberto Perfumo (ex-jogador argentino).

Θ NACIONAL VIRA NOVELA DA GLOBOTÁRIA? O Nacional do Amazonas, conhecido com o Leão da Vila Municipal, um dos clubes amazonenses com um mínimo de expressão nacional (sem trocadilho), convocou o escritor global, ex-presidente da FUNARTE no governo FHC, xenófobo e equivocado Márcio Souza para escrever a História do Clube. Garantia de que o time da Vila estará na próxima minissérie global? Se se confirmar a escrita de Souza, sempre anódina e povoada pelo efemerismo, evidente que será estrela na telinha global. E aí pouco importa que Souza, além de jamais ter sido sequer roupeiro, não carregue os elementos lúdicos e os fluxos existenciais necessários a uma confluência textual que carregue os incorporais do futebol como potência criadora do ser humano. Não pode escrever sobre futebol porque não o tem como experiência localizada no mundo – como o tem, por exemplo, Eduardo Galeano, que nunca jogou efetivamente, mas é craque nos devires-bola, devir-corpo-balanço, devir-chagão – mas como conceito abstrato fora da sua corporeidade e mundaneidade. Mas até aí, perguntaria um leitor intempestivo e torcedor crítico do Naça-Ça!, o que também tem a ver com futebol o eterno presidente do clube, Maneca? Estão entre iguais!

Θ SÉRGIO GUEDES, LINHA INTENSIVA ALVI-NEGRA. Lucidez e inteligência estão para o futebol como a água para o deserto: cada vez mais raros. O técnico do time da Ponte Preta de Campinas, que disputa os primeiros lugares do campeonato paulista, surpreendeu a IEER, ao montar um time competitivo que não é “só arranque”, como apregoa a imprensa da capital paulista, e também ao se revelar uma pessoa inteligente, bem articulada e livre da redução epistemológica que atinge à 99% dos jornalistas tupiniquins. Questionado sobre se o time irá diminuir o ritmo e cair na tabela com os jogos fora, Sérgio foi claro: o jornalismo não sabe sequer ler. Como em qualquer outro certame, os jogos são metade fora, metade em casa, portanto não haveria este risco. Lembrou ainda que os times pequenos não estão no campeonato para “servir” os grandes, e que essa estória de jornalista perguntar se fulano ou cicrano quer jogar em clube tal ou qual – que também acontece na Europa – é um desrespeito ao clube. Sergio não tem os cacoetes de linguagem típicos de técnicos, jogadores e jornalistas. Expressa claramente sua opinião. Portanto, dificilmente – a não ser que mude – você, torcedor de Palmeiras, São Paulo, Corinthians, Santos, Flamengo, Fluminense, Vasco e iguais, verá Sérgio como técnico do clube com o mesmo sucesso da Macaca campineira. É mais fácil ele ir para o Guarani.

Θ ‘CHAGÃO’ PERGUNTA: Respostas do anterior: em 11 de maio de 1978, no Campeonato Brasileiro, jogando no estádio Mário Filho (Maracanã), o Tricolor de Aço alcançou uma heróica vitória sobre o Fluminense (RJ) por 2×1, com gols de Raulino e Cabral. Agora, o ‘Chagão!’ pergunta: Qual ou quais os times que mais venceram a Copa do Brasil?

Θ COPA DO BRASIL. Mais jogos de ida pela primeira fase da copa. Estréia para alguns clubes, como o Atlético Mineiro, que foi a Palmas enfrentar o time local. O Palmeiras também iniciou sua luta pelo título, enfrentando o CENE, do Mato Grosso do Sul. Alguns times jogaram a partida de volta, como o Fast Clube, que encarou o Santa Cruz no Recife, após a histórica vitória por 3 a 1 no vivaldão, perdeu mas se classificou, e agora enfrenta o Goiás. E o Nacional, que estreou com uma vitória fora de casa contra o Guará/DF, já classificando-se. Joga agora contra o Atlético Mineiro. Noite de gala para o futebol manoniquim! Resultados:

Jogos de Ida (27/02)

América/SE 0 – 0 Fortaleza/CE

Cacerense/MT 1 – 4 Goiás/GO

Rio Branco/AC 1 – 3 Botafogo/RJ

Jaguaré/ES 3 – 2 River/PI

Palmas/TO 0 – 7 Atlético/MG

Guará/DF 1 – 3 Nacional/AM

Coruripe/AL 4 – 1 Juventus/SP

CENE/MS 0 – 2 Palmeiras/SP

Central/PE 0 – 0 Remo/PA

Imperatriz/MA 2 – 2 Sport/PE

ULBRA/RS 1 – 1 Brasiliense/DF

Nacional/PB 0 – 4 Internacional/RS

Democrata/MG 3 – 2 Bragantino/SP

Icasa/CE 3 – 2 Bahia/BA

Corinthians/AL 1 – 1 Atlético/PR

Madureira/RJ 1 – 1 ABC/RN

Jogos de Volta (27/02)

Santa Cruz/PE 1 – 0 Fast Clube/AM

Grêmio/RS 6 – 0 Jaciara/MT

Atlético/GO 3 – 2 Itaiatuba/MG

Coritiba/PR 6 – 0 Tuna Luso/PA

Portuguesa/SP 3 – 1 ULBRA Ji-Paraná/RO

Paraná/PR 4 – 0 Trem/AP

Vasco/RJ 3 – 2 Itabaiana/SE

Paranavaí/PR 3 – 3 Águia Negra/MS

Juventude/RS (5)0 – 0(4) Linhares/ES

Θ LIBERTADORES DA AMÉRICA. Venezuelanos do Caracas FC surpreendem e lideram o grupo 1 com 100% de aproveitamento em dois jogos. O esperadíssimo Estudiantes e Lanús decepcionou. River Plate tira o dedo contra o América mexicano. Flamengo dorme líder do seu grupo. São Paulo empata na Colômbia. Resultados:

Grupo 1

12/02 – Caracas (VEN) 2 – 0 San Lorenzo (ARG)

13/02 – Cruzeiro (BRA) 3 – 0 Real Potosí (BOL)

21/02 – San Lorenzo 0 – 0 Cruzeiro

26/02 – Caracas 2 – 1 Real Potosí

04/03 – Cruzeiro – Caracas

11/03 – Real Potosí – San Lorenzo

18/03 – Caracas – Cruzeiro

25/03 – San Lorenzo – Real Potosí

01/04 – Real Potosí – Caracas

03/04 – Cruzeiro – San Lorenzo

17/04 – Real Potosí – Cruzeiro

17/04 – San Lorenzo – Caracas

Grupo 2

12/02 – Dep. Cuenca (EQU) 1 – 0 Estudiantes (ARG)

14/02 – Lanús (ARG) 3 – 1 Danubio (URU)

21/02 – Dep. Cuenca 0 – 0 Danubio

26/02 – Estudiantes 0 – 0 Lanús

05/03 – Danubio – Estudiantes

13/03 – Lanús – Dep. Cuenca

18/03 – Estudiantes – Danubio

20/03 – Dep. Cuenca – Lanús

27/03 – Danubio – Dep. Cuenca

02/04 – Lanús – Estudiantes

15/04 – Danubio – Lanús

15/04 – Estudiantes – Dep. Cuenca

Grupo 3

20/02 – Unión Maracaibo (VEN) 1 – 0 Boca Jrs (ARG)

21/02 – Atlas (MEX) 3 – 0 Colo Colo (CHI)

28/02 – Unión Maracaibo 1 – 3 Colo Colo

06/03 – Boca Jrs – Atlas

12/03 – Atlas – Unión Maracaibo

20/03 – Colo Colo – Boca Jrs

26/03 – Unión Maracaibo – Atlas

27/03 – Boca Jrs – Colo Colo

09/04 – Atlas – Boca Jrs

10/04 – Colo Colo – Unión Maracaibo

22/04 – Colo Colo – Atlas

22/04 – Boca Jrs – Unión Maracaibo

Grupo 4

13/02 – Cienciano (PER) 2 – 0 Nacional (URU)

13/02 – Cel. Bolognesi (PER) 0 – 0 Flamengo (BRA)

19/02 – Cel. Bolognesi 0 – 1 Nacional

27/02 – Flamengo 2 – 1 Cienciano

05/03 – Nacional – Flamengo

11/03 – Cienciano – Bolognesi

19/03 – Flamengo – Nacional

25/03 – Cel. Bolognesi – Cienciano

03/04 – Nacional – Cel. Bolognesi

09/04 – Cienciano – Flamengo

23/04 – Flamengo – Cel. Bolognesi

23/04 – Nacional – Cienciano

Grupo 5

13/02 – Universidad San Martín (PER) 2 – 0 River Plate (ARG)

21/02 – América (MEX) 2 – 1 Universidad Católica (CHI)

26/02 – U. San Martín 0 – 1 U. Católica

27/02 – River Plate 2 – 1 América

12/03 – U. Católica – River Plate

13/03 – América – U. San Martín

26/03 – River Plate – U. Católica

26/03 – U. San Martín – América

01/04 – U. Católica – U. San Martín

02/04 – América – River Plate

16/04 – U. Católica – América

16/04 – River Plate – U. San Martín

Grupo 6

14/02 – Cúcuta Deportivo (COL) 0 – 0 Santos (BRA)

19/02 – Chivas Guadalajara (MEX) 2 – 0 San José (BOL)

28/02 – Cúcuta 0 – 0 San José

04/03 – Santos – Chivas

11/03 – Chivas – Cúcuta

19/03 – San José – Santos

27/03 – Cúcuta – Chivas

01/04 – Santos – San José

08/04 – San José – Cúcuta

09/04 – Chivas – Santos

16/04 – San José – Chivas

16/04 – Santos – Cúcuta

Grupo 7

19/02 – Audax Italiano (CHI) 1 – 2 Sportivo Luqueño (PAR)

27/02 – Nacional Medellín (COL) 1 – 1 São Paulo (BRA)

05/03 – São Paulo – Audax Italiano

06/03 – Nacional Medellín – Sportivo Luqueño

18/03 – Audax Italiano – Nacional Medellín

20/03 – Sportivo Luqueño – São Paulo

02/04 – São Paulo – Sportivo Luqueño

03/04 – Nacional Medellín – Audax Italiano

10/04 – Audax Italiano – São Paulo

10/04 – Sportivo Luqueño – Nacional Medellín

23/04 – Sportivo Luqueño – Audax Italiano

23/04 – São Paulo – Nacional Medellín

Grupo 8

20/02 – Arsenal (ARG) 1 – 0 Libertad (PAR)

20/02 – LDU Quito (EQU) 0 – 0 Fluminense (BRA)

05/03 – Fluminense – Arsenal

06/03 – LDU Quito – Libertad

12/03 – Arsenal – LDU Quito

19/03 – Libertad – Fluminense

25/03 – LDU Quito – Arsenal

02/04 – Fluminense – Libertad

08/04 – Arsenal – Fluminense

08/04 – Libertad – LDU Quito

17/04 – Libertad – Arsenal

17/04 – Fluminense – LDU Quito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.