LIDERANÇA REAGEM A FALA DE BOLSONARO: “MENTIROSO E HIPÓCRITA”

pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, em cadeia nacional de rádio e televisão, sobre o enfrentamento à Covid19 Foto: Reprodução TVbrasilgov

31 DE MARÇO DE 2020.

Políticos, intelectuais e artistas criticaram pronunciamento do presidente e destacaram panelaços

Jair Bolsonaro durante entrevista sobre o coronavírus – Foto: Reprodução

Lideranças políticas, intelectuais, jornalistas e artistas reagiram ao novo pronunciamento em cadeia nacional de Jair Bolsonaro sobre a pandemia do coronavírus, nesta terça-feira (31), em que o presidente voltou a mentir sobre declarações da Organização Mundial de Saúde para defender o fim do isolamento.

Fernando Haddad, do PT, voltou a pedir a saída do presidente. “Bolsonaro, você não é presidente mais. Na verdade, nunca foi. Saia enquanto há tempo, para você e para o Brasil!”, publicou Haddad, no Twitter. Guilherme Boulos, do PSOL, chamou o presidente de “mentiroso e hipócrita”, com “a cara de pau de dizer na TV que está preocupado com os camelôs, vendedores de churrasquinho e desempregados”, enquanto o governo demora para pagar o auxílio emergencial aprovado pelo Congresso.

Fernando Haddad

@Haddad_Fernando

Bolsonaro, você não é presidente mais. Na verdade, nunca foi. Saia enquanto há tempo, para você e para o Brasil!

20,2 mil pessoas estão falando sobre isso

Guilherme Boulos

@GuilhermeBoulos

A fome não pode esperar até 10 de abril. É uma vergonha a demora de Bolsonaro em pagar os R$600 pra quem precisa. E ainda tem a cara de pau de dizer na TV que está preocupado com os camelôs, vendedores de churrasquinho e desempregados. Mentiroso e hipócrita!

891 pessoas estão falando sobre isso

Orlando Silva, do PCdoB, resume o pronunciamento do presidente em três falhas. “1) Falsificou a fala do diretor da OMS para legitimar a insanidade de quebra do isolamento. 2) Repisa medidas que foram tomadas APESAR dele. 3) Não diz o mais importante: Cadê a renda emergencial para os que têm fome?”, publicou o deputado federal.

Também no Twitter, o jornalista Luís Nassif afirmou que “Bolsonaro volta a erguer o circo dos horrores” ao mentir sobre a OMS e a cloriquina. O jornalista Ricardo Noblat disparou: “fake news ao vivo”. Chico Pinheiro, da TV Globo, foi na mesma linha e publicou durante o pronunciamento a mensagem “Governo de fake news”, também fazendo referência a distorção da fala da OMS. Já o jornalista Florestan Fernandes Jr destacou que o presidente “pediu penico” em busca de conciliação, mas que “agora é tarde”.

Florestan Fernandes@florestanjr

O machão pediu o penico. Agora quer a conciliação e a união do país. Esperou 3 meses pra tomar a decisão que o mundo já havia tomado. Agora é tarde, o prejuízo é incalculável. Não se preparou com antecedência. Esse é o custo extra que o Brasil vai pagar por ter eleito Bolsonaro

1.134 pessoas estão falando sobre isso

A cantora Maria Rita usou a mesma rede social para destacar os panelaços no Rio. Já Bruno Torturra suubiu o tom: “Verme. Tem um verme na presidência. Pai de vermes. Sustentado por outros vermes”. “Enrolou, enrolou, tentou ser mais polido e falou a mesma bosta que o precariado tem que trabalhar. Canalha”, resumiu a antropóloga Rosana Pinheiro-Machado, também no Twitter.

O jornalista Fabio Pannunzio também fez referiu as mentiras no discurso de Bolsonaro, com um vídeo dos protestos em São Paulo.

Fabio Pannunzio

@blogdopannunzio

Onde esse cara pensa que vai? Ele voltou para mentir de novo, distorcendo a manifestação, efusivamente desmentida, do coordenador da OMS.
Olha a resposta aí embaixo:

Vídeo incorporado

423 pessoas estão falando sobre isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.