LUIS NASSIF: AS CABEÇADAS DE PAULO GUEDES E SÉRGIO MORO

Ministro da Economia contava com CPMF para impedir apagão fiscal e Moro depende do governo para não se eclipsar de vez.

Jornal GGN – As bravatas de Sergio Moro veiculadas pela imprensa não colam. “Se não indicar o próximo chefe da PF eu saio!”. Nada disso se sustenta, pois ele vai gostar de qualquer um que assumir a chefia da PF. O herói Moro foi uma construção da imprensa e foi uma construção do próprio Moro ter se ligado a Bolsonaro. Hoje é um ser submisso, diferente do que os jornais tentam dizer.

Já Guedes é outro ponto desta meada. A CPMF, que serviu de motivo para a demissão de Marcos Cintra, quebrou a perna de Paulo Guedes, que assumiu uma política fiscal que é um suicídio.

Ouça o comentário na íntegra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.