A UNE CONTRA A COTA DA MEIA-ENTRADA

A aprovação do Projeto de Lei pelo Senado que obriga cota de 40% aos estudantes e idosos a assistirem shows, espetáculos artísticos produzidos privadamente, levaram a União Nacional dos Estudantes a tomar atitudes junto aos parlamentares e a população para garantir “um direito que já dura mais de quatro décadas”.

Segundo a presidente da UNE, Lúcia Stumpf, “o projeto visa atender somente os interesses econômicos, artísticos e culturais, que é bom lembrar, já é o setor privado mais beneficiado por leis de incentivo e fomento via benefícios estatais”. Colocando ênfase sobre a limitação dos direitos estudantis quanto a cota de 40%, Stumpf afirmou ser “um direito conquistado já há mais de quatro décadas no país que precisa ser usufruído de forma plena pela juventude”.

Para UNE a cota de 40% é uma forma de impedir o acesso dos estudantes aos espetáculos fazendo uso da meia-entrada, já que em lugares como São Paulo, onde funciona a tal cota, as empresas de espetáculos usam o ardil, no momento em que o estudante vai adquirir o ingresso, avisar que a cota já foi preenchida, mesmo que o estudante seja o segundo na fila a querer comprar o ingresso.

Envolvido também nos desdobramentos do projeto, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, afirmou que as cotas não vão diminuir os preços dos ingressos. E, de nossa parte opinante, nem melhorá-los.

PLANO DE OPOSIÇÃO DA UNE

Para tentar reverter a violência-artística-cultural contra os estudantes conduzida pelo projeto, a UNE vai recorrer aos Plenários da Câmara e do Senado na tentativa de que o projeto seja apreciado, e então, conseguir uma possível modificação de seu intento. Além, de que, vai promover em todo país mobilização visando sensibilizar a população para se irmanar a luta pelo direito da meia-entrada de existência de mais de quatro décadas.

Agora, imaginemos se esses espetáculos privados, “gatos podres de esgotos”, fossem de composição sensório/intelectivo elevador do espírito do público. Entretenimento privado no Brasil, ainda é a borra pegajosa da sub-arte da sociedade de consumo.

1 thought on “A UNE CONTRA A COTA DA MEIA-ENTRADA

  1. mas que diabos! a noticia ja vai ter la pra 3 anos, e ateh agora nada foi feito? os putos tao fazendo isso mesmo, a cota de 30% (que num eh 40%) jah tah esgotada antes mesmo do inicio das vendas dos ingressos!!!!!!!!!!! e ninguem faz nada??? que desgraceira!!1 ladroes safados corja ordinaria!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.