*……….::::: CHAGÃO! :::::……….*

Quien quiera entender como funciona el mundo deberá entender el fútbol”.
Roberto Perfumo (ex-jogador argentino).

CHAGÃO PERGUNTA

O ‘Chagão!’ quer saber: Nas últimas olimpíadas, o Brasil de chuteiras masculino viu os jogos no conforto do lar, após ser eliminado pelo Paraguai no torneio pré-olímpico. Viu ainda os dois representantes da América do Sul, tal como em 1928, decidirem o torneio, com vitória dos argentinos. Quem foi o artilheiro daquele torneio olímpico, muy amigo dos brasileiros, e quantos tentos ele anotou? Mais fácil do que ganhar dos EUA no basquete! Resposta: O artilheiro do último torneio olímpico, em Atenas, 2004, foi o argentino Carlitos Tevez, com oito gols. Os albicelestes trouxeram o ouro.

CONTA OUTRA, LEONOR!

O francês Pierre de Coubertin sempre se preocupou com o esporte como um vetor educacional. Tanto que, a despeito da sua nobreza (tinha o título de Barão), formou-se em pedagogia e pretendia incluir no currículo educacional francês o atletismo. Empolgado com as descobertas nas ruínas de Olímpia, teve a idéia de desenvolver uma versão atual dos jogos olímpicos. No entanto, o esporte já era outra coisa que não o culto ao corpo como morada dos deuses que a Grécia, não esportiva, mas religiosamente realizava. Ainda assim, a idéia de Coubertin era fazer um evento que celebrasse a paz e que tivesse, ao menos, a força de cessar conflitos enquanto fosse realizado. É atribuída à ele a frase mais dita e mais escamoteada dos jogos: “O importante é competir”. O barão era um apaixonado pelo esporte da Leonor, e chegou a escrever anotações para um ensaio sobre o futebol. Dois fragmentos que mostram o interesse do francês pela pelota são disponibilizados pela revista eletrônica Contrapie, e você confere abaixo:.

O BARÃO OLÍMPICO E O FUTEBOL

Até então, eu só havia falado do jogo de rúgbi. O futebol se pratica com outras regras, que se chamam “Association”.

O “Association” é um esporte muito elegante, cheio de gentilezas, mas que não se pode comparar ao rúgbi. Nele, é proibido tocar ou levar a bola com as mãos. É “bola no pé”, habilmente regulamentado, sem as combinações e peripécias do rúgbi. Não seria o rúgbi – que há 50 anos recebeu o nome do famoso colégio da Inglaterra, de onde saiu a grande reforma pedagógica de Thomas Arnold -, como se afirmou, um derivado do “soule”? Outrora, o “soule” era cultuado pelos camponeses da Normandia e as descrições que nos chegam dão a idéia de um enorme prazer do qual participavam com entusiasmo diferentes comunidades.

Mas devo dizer que nunca vi isso em canto nenhum, falo do que faz o futebol atual ser tão variado e atraente, algo como uma regulamentação científica. Se os franceses sabem da função da inteligência e da vontade, a parte do espírito e do caráter na maioria dos esportes – e no futebol em particular – decerto a ele levariam os seus filhos! Mas o francês é um grande cético e São Tomé é o seu padroeiro: tem que ver para crer… Para que apreciem seus benefícios, não podemos tornar o futebol obrigatório para todos os homens sadios a partir dos 30 anos! Tem-se que esperar que os jogadores de futebol de hoje sejam pais! Isso demora, mas é certo”.

Pierre de Coubertin, “Notas sobre o Futebol” (1897) .

LINHA DE PASSE

O belo futebol das belas está nas eliminatórias do torneio olímpico de futebol-mulher. As meninas já estavam classificadas, com a vitória sobre as norte-coreanas, e com a vitória sobre a Nigéria por 3 a 1, as brasileiras ficaram em primeiro lugar no grupo, empatadas em pontos com as alemãs, mas com saldo de gols maior. Mas o time não encontrou seu jogo alegre. Com muita marcação sobre Marta, sobrou pra craque-gata Cristiane arrebentar. Fez um gol antológico de mezzo-chilena, e abriu caminho para a vitória. As brasileiras, que levam toda a torcida chagânica, encaram as norueguesas na manhã desta sexta-feira, às 06h da madruga, horário manoniquim (07h em Brasília). No mesmo dia, jogam EUA e Canadá, Suécia e Alemanha e o clássico do Oriente, China e Japão, pelas outras partidas das eliminatórias.

* * *

Já o futebol machinho-machinho de Dunga também se garantiu nas quartas-de-final com 3 a 0 sobre os anfitriões dos jogos. O time terminou em primeiro lugar e vai encarar os camaroneses nas quartas-de-final, o que fez com que o supersticioso Dunga, acreditando numa repetição do acaso Sidney-2000, quando os africanos mandaram o Brasil mais cedo pra casa, evocar misticamente o jogo do Brasil com Camarões na copa de 1994. Como são duas combinações dos virtuais atualizados naquele momento, são dois acontecimentos que jamais acontecerão novamente. Menos para Dunga que cai na esparrela quimerística da imprensa esportiva epistemologicamente reduzida e se prepara para o pior, sem saber que o torcedor só precisa da memória quando o seu presente não se realiza como o Novo. O embate será na manhã de sábado, às 06h Manaus, 07h Brasília. Completam as quartas-de-finais: Itália e Bélgica, Argentina e Holanda, Nigéria e Costa do Marfim.

* * *

A Recopa Sudamericana é uma espécie de Supercopa da Europa à moda de cá. Em jogo de ida e volta, o campeão da Libertadores e da Copa Sudamericana do ano passado abrem a temporada e decidem quem é o supercampeão da América. Ano passado, deu Boca. Este ano, o mesmo Boca Jrs decide o título com o Arsenal de Sarandí, campeão da Sudamericana´07. E a primeira peleja foi ontem, em Sarandí, quando os auri-azuis venceram por 3 a 1. O destaque da partida foi o centroavante xeneize, Palermo, que marcou o seu 194o tento, igualando o máximo artilheiro do Boca, “Pancho” Varallo. E como qualquer gol histórico de Palermo, tinha que ter penalti envolvido. O loiro encarregou-se de bater um penal, aos 19 do primeiro tempo. Claro, perdeu a penalidade, com o goleiro desviando. No entanto, a bola sobrou para ele mesmo empurrar para as redes, conquistando o tão perseguido recorde. O jogo de volta será daqui a duas semanas, em La Bombonera.

* * *

Na primeira rodada do Apertura Argentino 2008, dois times chamaram a atenção: San Martín, de Tucumán, e Godoy Cruz. Os dois são egressos da segunda divisão do futebol portenho, e estrearam com vitórias. O Godoy Cruz foi rebaixado na temporada 06/07, e retornou em seguida. Já o San Martín de Tucumán não disputava a primeira divisão desde 1993. Olho neles neste certame!

* * *

Apenas para registrar um equívoco visual-cognitivo desta coluna, o atacante Loco Abreu, ex-River Plate, vai defender o auri-negro de Israel, o Beitar Jerusalém, e não o auri-negro turco, Fenerbahce, como noticiado na edição anterior.

* * *

Os jogos de ida da terceira fase preliminar da Champions League, a última antes da fase de grupos traz uma prévia do que será a temporada européia 08/09. Algumas zebras estão muito próximas de figurar entre os “finalistas”, derrubando tradicionais coadjuvantes. O BATE Borisov, da Bielo-Rússia venceu fora de casa por 1 a 0 o Levski Sofia, da Bulgária. Já o tradicional Olympiakos, da Grécia, deve ficar pelo caminho, eliminado pelo até então obscuro Anorthosis Famagusta, de Chipre, que tem o ex-flamenguista Sávio no elenco. Dos chamados “grandes” e que tem de passar pelas preliminares por não terem ido tão bem nos torneios nacionais, a Juventus praticamente se garantiu, ao golear por 4 a 0 o Artmedia Petrzalka, da Eslováquia. Com o mesmo placar, o Barça despachou o Wisla Cracóvia, da Polônia. O Arsenal, da Inglaterra venceu fora de casa por 2 a 0 o FC Twente, da Holanda, enquanto o Liverpool não saiu dos dois bocejos também fora com o Standard Liège, da Bélgica.

* * *

Em outra partida da Champions, entre Schalke 04 (Alemanha) e Atlético de Madrid (Espanha), que terminou 1 a 0 para os Azuis Reais, o meia georgiano Levan Kobiashvilli se recusou a entrar em campo, em protesto aos ataques russo ao seu país, a Geórgia, que lutam pela estratégica Ossétia do Sul, sob os olhares do Tio Sam, que já sabe ser a Geórgia o canal para o que pode ser o último mega-campo de petróleo e gás natural do mundo. O caso é que o time alemão é patrocinado pela mega-ultra-super estatal do gás russo, a GazProm. Não se sabe como o jogador vai continuar a sua carreira e manter o protesto, já que política e futebusiness, principalmente em se tratando de petrodólares russos, só se misturam em nome do lucro.

* * *

E o Holanda, além de conseguir a façanha de perder uma partida que vencia por 3 a 1 a 10 minutos do final, ainda levou ‘pino’ do governo do Estado do Amazonas. Com a venda dos ingressos para a série C a 1 Real, o clube sempre leva prejuízo, mesmo quando consegue reunir 20 mil pessoas num jogo – audiência inacreditável par um clube local. No caso dos 20 mil torcedores, a explicação é fácil: o jogo era com o Remo, time do Pará, cujos torcedores que vivem em Manaus sabem que o futebol amazonense já morreu, mas sabem ainda que o paraense segue firme e forte. No caso do ‘pino’, o presidente do clube laranja, Paulo Radin, continua acreditando que Eduardo ‘Guerreiro de Sempre’ Braga vai pagar o excedente e bancar o prejuízo do time holandense. Será que ele paga pra ver?

* * *

Como a Copa Sudamericana é mais um prêmio de consolação do que um objetivo a ser alcançado pelos clubes brasileiros – e, cremos, os argentinos também – a maior parte deles usa escretes reservas nos jogos da primeira fase. Acompanhando essa tendência mercadológica, esta coluna irá se concentrar em noticiar os jogos a partir das oitavas-de-final. Antes disso, é a série B da Libertadores.

CAMPEONATOS NACIONAIS

O Brasil inteiro – menos a torcida do Corinthians, é claro – torceu pelo Avaí nsta terça-feira, pela 18a rodada do Brasileirão B. Caso vencesse os paulistas, o azul-e-branco derrubaria pela primeira vez o timão da primeira colocação do certame. Como a série B se transformou em “todos contra o Corinthians”, a expectativa era de finalmente começar pra valer o campeonato e os torcedores terem ao menos uma vã esperança de que não é um torneio de galinhas mortas. Mas com o empate em 1 a 1, ainda há esperanças. Com o empate entre os primeiros, o Vila Nova encostou, e o campeonato está mais equilibrado. Destaque para a queda do Criciúma, que numa rodada, caiu da 11a para a 15a posição. Túlio Maravilha fez mais um, tem 16. Confira os resultados:

18ª Rodada Série B – 12/08

Juventude 3 – 4 São Caetano

Gama 1 – 0 Ceará

América/RN 3 – 1 Barueri

Fortaleza 1 – 2 Bragantino

Marília 3 – 1 Bahia

Avaí 1 – 1 Corinthians

Ponte Preta 1 – 2 ABC

CRB 3 – 0 Paraná Clube

Santo André 1 – 0 Criciúma

Vila Nova 2 – 0 Brasiliense

Classificação*

Corinthians  –  36

Avaí  –  34

Vila Nova  –  32

Santo André  –  30

Ponte Preta  –  29

Juventude  –  28

Bahia  –  28

Barueri  –  27

Ceará  –  26

São Caetano  –  26

Bragantino  –  24

Gama  –  23

ABC/RN  –  23

Marília  –  23

Criciúma  –  22

América/RN  –  20

Fortaleza  –  19

Paraná Clube  –  17

Brasiliense  –  12

CRB  –  12

  • Em roxo, os classificados para a Série A do Brasileirão ‘09; em cinza, os rebaixados para a série C.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.