DEPUTADOS PEDEM AO STF INVESTIGAÇÃO DE CARLA ZAMBELLI POR VÍDEO EM QUE PEDE GOLPE CONTRA LULA

No vídeo, a parlamentar pede que generais impeçam a posse do presidente eleito. Deputados apontam crimes de violação às instituições democráticas e outros

Reginaldo Lopes, Carla Zambelli e Paulo Teixeira (Foto: Marina Ramos/ Câmara dos Deputados | Reprodução/Instagram | Elaine Menke/Câmara dos Deputados)

 

247 – Os deputados federais do PT Reginaldo Lopes (MG) e Paulo Teixeira (SP) ingressaram com uma ação contra a deputada bolsonarista Carla Zambelli (PL-SP) no Supremo Tribunal Federal (STF) em decorrência de um vídeo em que ela pede que os militares promovam um golpe de Estado no Brasil contra a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República. 

No texto da representação, encaminhado à presidente do STF, ministra Rosa Weber, os deputados do PT pedem que ela seja investigada por fazer apologia ao crime e também apontam indícios dos crimes de violação às instituições democráticas, ao processo eleitoral, incitação a um golpe de Estado, além de ato de improbidade administrativa.

“É importante destacar que a imunidade parlamentar ou a garantia constitucional da livre manifestação do pensamento não podem servir para albergar a prática de ilícitos, mormente quando estão em jogo outros valores caros à própria Constituição da República, como a higidez do Estado Democrático de Direito. Urge, portanto, que a Representada seja responsabilizada por suas práticas criminosas, abjetas, revanchistas e inconciliáveis com o espírito que devem nortear os cidadãos nas disputas democráticas”, destaca um trecho da ação. 

O vídeo em que Carla Zambelli incita os militares a promoverem um golpe de Estado para impedir a posse do presidente eleito foi divulgado nas redes sociais na quarta-feira (30) pela própria parlamentar. “Dia 1º de janeiro, senhores generais quatro estrelas, vão querer prestar continência a um bandido ou à nação brasileira? Não é hora de responder com carta se dizendo apartidário. É hora de se posicionar. De que lado da história vocês vão ficar?”, questiona ela em um trecho do vídeo. 

Além do pedido de investigação contra a deputada, a ação também pede a identificação e responsabilização dos grupos bolsonaristas que vêm promovendo discurso de ódio pela não aceitação do resultado das eleições nas redes sociais. 

assista:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.