DILMA: “JÔ FOI A ÚNICA VOZ DENTRO DA GLOBO DISPOSTA A ME OUVIR” ANTES DO GOLPE

BEIJO NO GORDO

“E disso eu não me esqueço. Ele foi um democrata e era um artista de princípios”, disse Dilma em sua homenagem a Jô Soares, que morreu aos 84 anos.

Dilma Rousseff e Jô Soares em entrevista no Planalto.
Créditos: Roberto Stuckert Filho / Presidência da República

Por Plinio Teodoro

BRASIL – 5/8/2022 ·

Em uma sequência de tuites na manhã desta sexta-feira (5), a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) homenageou Jô Soares, que morreu durante a madrugada aos 84 anos em São Paulo, e lembrou com carinho que o humorista, escritor, apresentador e multiartista foi o único na Rede Globo a abrir espaço para ele durante os ataques constantes que sofreu durante o golpe parlamentar de 2016.

LEIA TAMBÉM:
A trajetória de Jô Soares, um dos maiores comediantes da história do Brasil
“Tem cheiro de golpe”, disse Jô Soares às “meninas” sobre impeachment de Dilma

“Quando eu estava sob intenso ataque da mídia e dos adversários políticos, pouco antes do processo de impeachment, em abril de 2016, ele abriu seu programa para me entrevistar. Foi uma conversa respeitosa e muito importante. Jô foi a única voz dentro da Globo disposta a me ouvir naquele momento. E disso eu não me esqueço. Ele foi um democrata e era um artista de princípios”, escreveu a ex-presidenta.

A entrevista aconteceu na madrugada de sábado, dia 13 de junho de 2015, e Jô foi massacrado por apoiadores do golpe na internet. Entre os detratores, estavam o guru bolsonarista, Olavo de Carvalho, e o apresentador do SBT, Danilo Gentili.

Em sua declaração, Dilma diz que recebeu com tristeza a notícia da morte de Jô. “Escritor notável, humorista brilhante e um entrevistador sensível, Jô foi um artista e intelectual de grande dimensão”.

 

 

TEMAS
Jô Soares
Dilma Rousseff
golpe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.