GREGÓRIO DUVIVIER É ACUSADO DE “TERRORISMO ELEITORAL” POR PEDIR QUE ELEITORES DE CIRO VOTEM EM LULA NO 1º TURNO

PRIMEIRO TURNO

Apoiadores de Ciro Gomes ficaram revoltados com o novo episódio do Greg News em que humorista faz defesa do voto em Lula já no primeiro turno; “Antigamente chamava eleições”

Gregório Duvivier pede que eleitores de Ciro votem em Lula.
Créditos: Reprodução

Por Ivan Longo

POLÍTICA – 14/5/2022 · 

Gregório Duvivier vem sendo acusado por apoiadores de Ciro Gomes (PDT) de fazer “terrorismo eleitoral”. Isso porque o ator e humorista, no novo episódio de seu programa Greg News, defendeu que eleitores do pedetista votem em Lula (PT) já no primeiro turno das eleições para garantir a derrota de Jair Bolsonaro (PL).

No vídeo, em meio a piadas e ironias, Duvivier tece alguns elogios a Ciro Gomes, em quem votou na eleição de 2018, mas aponta contradições em seu discurso, como flertes com José Luiz Datena e Cabo Daciolo, e critica a postura do ex-governador no segundo turno daquele pleito.

O humorista, após fazer uma análise do atual momento político, defende que os ciristas votem em Lula já no primeiro turno para evitar uma tentativa de golpe de Bolsonaro, que vem sinalizando que não vai aceitar o resultado das eleições, na segunda volta do pleito.

“Infelizmente, Ciro disse que não tem conversa. Mas o cirista tem a chave para salvar o Brasil dessa tragédia (…) O plano de vocês sempre foi tirar o Bolsonaro do segundo turno, mas a essa altura está ficando claro que só há uma maneira de tirar o Bolsonaro do segundo turno: fazer Lula ganhar no primeiro”, declara Duvivier.

“Cirista, você provavelmente não vai eleger uma rosa, mas você pode contribuir pra chegada da primavera”, diz ainda, fazendo referência à frase proferida por Lula para sua militância pouco antes de se entregar à prisão, em 2018.

Após a divulgação do vídeo, Duvivier foi acusado por ciristas de “terrorismo eleitoral”. Através do Twitter, o humorista rebate: “Amo que agora pedir pra um eleitor votar em outro candidato é terrorismo eleitoral. Antigamente chamava eleições”.

“Sendo que Ciro passou as eleições de 2018 fazendo precisamente isso, pedindo voto porque tinha mais chance de levar no segundo turno – sem sucesso”, completou.

Sequência

Conversa

Confira a postagem e assista ao vídeo

 

TEMAS
Gregório Duviver
Ciro Gomes
Lula

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.