CPI: RENAN DIZ QUE ATESTADO DE ÓBITO DA MÃE DE LUCIANO HANG FOI FRAUDADO; EMPRESÁRIO É CONVOCADO

Reprodução

POLÍTICA22/09/2021.


Da Redação Viomundo.

O relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL), acaba de informar que tem provas de que o empresário Luciano Hang agiu para evitar que a covid-19 constasse no atestado de óbito da mãe, Regina, que morreu da doença num hospital da Prevent Senior em São Paulo.

Durante o depoimento do diretor-executivo da empresa, Pedro Benedito Batista Júnior, Calheiros pediu a exibição de um vídeo em que Hang, depois de dizer que a mãe não tinha feito o “tratamento inicial”, informava que ela tinha sido internada com covid.

Porém, isso não consta no atestado de óbito.

Hoje, antes do início do depoimento, Hang foi convocado a depor.

Pedro Batista Jr., embora tenha se negado a comentar dados específicos do prontuário de pacientes, insistiu na CPI que o médico Anthony Wong foi internado em um hospital da rede Prevent Senior por causa de uma hemorragia.

Porém, o médico negacionista recebeu todos os tratamentos experimentais contra a covid 19. Não ficou claro ainda se Young pegou covid 19 no hospital. Ele tomou cloroquina e fez sessões de ozonioterapia. O atestado de óbito de Wong também omite qualquer menção ao vírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.