LÍDER, LULA TEM 39%, PRATICAMENTE A SOMA DE BOLSONARO , CIRO E DATENA, DIZ PESQUISA

Levantamento do PoderData aponta ainda que petista venceria o atual presidente em um segundo turno com 20 pontos de diferença

Pesquisa PoderData, plataforma do site Poder360, divulgada nesta quarta-feira (4), aponta que, mesmo com o apresentador José Luiz Datena (PSL) no páreo da corrida eleitoral à presidência em 2022, o ex-presidente Lula (PT) segue como favorito para vencer o pleito.Segundo o levantamento, o petista lidera com 39% das intenções de voto, o que representa praticamente a soma das intenções de voto em Jair Bolsonaro (sem partido), Ciro Gomes (PDT) e Datena.O atual presidente aparece em segundo lugar com 25%, e é seguido por Ciro Gomes, com 8%, e pelo apresentador de TV, que chega a 7%.Fecham a lista o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 6%, e o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), que tem 4%.

 

 

Segundo turno

A pesquisa PoderData aponta, ainda, que em um eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o petista venceria o atual presidente com 20 pontos de diferença.

Enquanto o ex-mandatário soma 52% das intenções de voto, o atual titular do Palácio do Planalto aparece com 32%.

Confira abaixo outras simulações de segundo turno.

O levantamento contou com 2.500 entrevistas feitas em todo o país entre os dias 2 e 4 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Ciro e Datena

Ciro Gomes (PDT) negou nesta terça-feira (4) que o apresentador José Luiz Datena seja o vice de sua chapa na eleição de 2022. A informação foi passada durante uma entrevista à Radio Comercial de Presidente Prudente, que transmite a partir do interior de SP.

“Datena e eu somos bons amigos, eu sou fã dele como comunicador popular importante, e tenho dito a ele desde muito tempo que ele tem vocação política, e talvez isso tenha gerado essa confusão”, disse Ciro aos locutores que o entrevistavam, negando qualquer acordo para composição de chapa com o jornalista.

O próprio Datena já havia desmentido a informação de que seria o vice de Ciro Gomes. Durante a apresentação de seu programa policialesco Brasil Urgente, na Band, o ele esclareceu que na verdade tem a intenção de disputar a Presidência pela legenda à qual se filiou recentemente, embora tenha confessado que se sentiu lisonjeado ao ver seu nome associado ao do ex-ministro pedetista.

“Queria avisar que sou candidato à presidência da República pelo PSL. Esse é o detalhe. Muito me honra receber convite para ser vice, mas sou candidato a Presidente da República”, disse, que aproveitou ainda para atacar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e rechaçar definitivamente qualquer hipótese de aliança para o próximo ano com o atual mandatário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.