CPI DA PANDEMIA RETOMA DEPOIMENTOS NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA

 

Trabalhos serão retomados com fala do reverendo Amilton; depoimento do dono da Precisa Medicamentos é aguardado para quarta-feira

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Jornal GGN – A CPI da Pandemia vai retomar os depoimentos a partir desta semana, mantendo o foco nas investigações em denúncias de possíveis irregularidades e propinas na compra de vacinas contra a covid-19.

Segundo cronograma definido pela cúpula da comissão, o primeiro a ser ouvido será o reverendo Amilton Gomes de Paula, nesta terça-feira (03/08). Presidente da Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários (Senah), Amilton é apontado pelos representantes da Davati Medical Supply como um “intermediador” entre o governo federal e empresas que ofertavam vacinas.

Na quarta-feira (4), a expectativa é ouvir Francisco Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos e responsável por negociar a vacina Covaxin, produzida pelo laboratório indiano Barath Biotech.

De acordo com a Agência Senado, a defesa de Maximiano acionou o Supremo Tribunal Federal para pedir que o empresário seja autorizado a faltar ao depoimento na CPI devido a uma viagem para a Índia. 

Vice-presidente da comissão, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) afirmou que pedirá a prisão preventiva dele caso não retorne da Índia para prestar depoimento.  Outro depoimento aguardado é o de Túlio Silveira, advogado da Precisa, que está previsto para quinta-feira (05/08).

Na terça-feira, o colegiado votará ainda requerimentos com pedidos de convocações, quebras de sigilos, informações e audiências públicas que devem orientar a atuação do colegiado até o prazo final da CPI, em 05 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.