“RECUPERAMOS A DEMOCRACIA E A ESPERANÇA”, DIZ LUIS ARCE

Bolivia's leftist presidential candidate Luis Arce (C), of the Movement for Socialism party, celebrates with running mate David Choquehuanca (R) early on October 19, 2020, in La Paz, Bolivia. - Bolivian presidential candidate Luis Arce, the leftist heir to former leader Evo Morales, appeared headed to a first-round election victory on October 18, 2020 with 52.4 percent of the vote, according to an authoritative exit poll from TV station Unitel. (Photo by RONALDO SCHEMIDT / AFP)

ELEIÇÕES NA BOLÍVIA

Jornada eleitoral na Bolívia neste domingo (18) foi marcada por votação pacífica e alta participação cidadã

Redação Diálogos do Sul
|

 

Ouça o áudio:

01:49
02:21

Download

De acordo com o levantamento, Luís Arce obteve 52,4% dos votos – Foto: Ronaldo Schemidt/AFP

“Recuperamos a democracia e a esperança”. Essas foram as primeiras palavras do candidato do Movimento ao Socialismo (MAS), Luís Arce Catacora, após a divulgação da contagem rápida com 95% do padrão eleitoral, realizado pela empresa Unitel.

De acordo com os dados, o candidato, apoiado pelo ex-presidente Evo Morales, venceu as eleições realizadas neste domingo (18) já no primeiro turno. Os dados não são oficiais, mas uma pesquisa de boca de urna.

De acordo com o levantamento, Luís Arce obteve 52,4%; Carlos Mesa, 31,5% e Fernando Camacho, 14,1%.

:: Quem é Luis Arce, favorito para as eleições presidenciais na Bolívia? :: 

Desde a Casa do MAS em La Paz, ao lado de apoiadores, Arce saudou os bolivianos e destacou a jornada pacífica realizada no país.

“Vamos governar para todos os bolivianos, vamos construir um governo de unidade nacional”, ressaltou antes de destacar seu compromisso com a retomada do desenvolvimento econômico do país.

Jeanine Añez, que se autoproclamou presidenta do país após o golpe de Estado contra Evo Morales também reconheceu o resultado eleitoral e a tendência demonstrada pela pesquisa de boca de urna.

“Ainda não temos a contagem oficial, mas pelos dados com que contamos, o sr. Arce e o sr. Choquehuanca ganharam a eleição. Felicito aos ganhadores e lhes peço governar pensando na Bolívia e na democracia”.

A demora na divulgação da pesquisa de boca de urna, que historicamente é difundida a partir do fechamento dos centros de votação, gerou indignação em todos os setores do país.

:: Eleição na Bolívia: Porta-voz do MAS diz que vitória de Arce é esperada em 1º turno :: 

Mais cedo, em conferência de imprensa, o ex-presidente Evo Morales reafirmou a vitória do MAS e pediu que as entidades do país reconheçam o resultado da votação.

De acordo com a lei eleitoral boliviana, para vencer em um primeiro turno, é preciso ter 50% mais 1 dos votos ou ter 40% mais um e abrir dez pontos percentuais em relação ao segundo colocado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.