ESCOLA DE FILOSOFIA CONSTITUTIVA – CURSO

CURSO:


FILOSOFIA CONSTITUTIVA”

Quando? 22 de novembro (sábado), às 15:00h

Onde? Sede da AFIN (Rua Rio Jaú, 43 – Novo Aleixo)

Carga Horária? 60horas.

Inscrições? (92) 3213-4205 / 3667-4030 / 9631-6845/ 9190-1949 /8807-3402

Quanto? De grátis!

A Associação Filosofia Itinerante – AFIN – estará a partir do dia 22 de novembro movimentando em meio à Escola de Filosofia Constitutiva a imanência social, o prazer da amizade e as alternâncias de opiniões produtivas em seu emergente “Curso de Filosofia Constitutiva”.

Como conceito-movente, a Escola para a AFIN não é um corpo constituído de saberes fixos – para muitos, local onde professores transmitem significados postos pelo Estado em formas de conteúdos pragmático – com o único objetivo de tornar-se instrumentos de re-cognição de uma objetividade social, mas uma subjetividade itinerante transportadora de multiplicidades de saberes e dizeres capaz de poieticamente tecer uma cartografia de desejos, a sociedade dos amigos: a Democracia.

Como Filosofia, sai da vontade de afirmação do filósofo Nietzsche para quem “toda a atividade filosófica moderna é política e policial, reduzida pelos governos, as igrejas, as universidades, os costumes e a fraqueza dos homens a uma simples aparência de erudição…”, para ser atravessada pelos enunciados dos filósofos Deleuze/Guatarri para os quais “a filosofia é devir, não história; ela é coexistência de planos, não sucessão de sistemas”. E como devir, corta a realidade constituída por três potências, ou estilos: “o Conceito, ou novas maneiras de pensar, o percepto ou novas maneiras de ver e ouvir, o afeto ou novas maneiras de sentir”.

Constitutiva, carrega a tonalidade e a força da Vontade de Potencia, “a vida ativando o pensamento e o pensamento afirmando a vida” (Nietzsche). Afirmação e ação produtiva, ou criação distributiva em comunalidade. Ou ainda, a predominância da alegria constitutiva em processus in infinitum, que aumenta a potência de agir das individuações política/social.

DO CURSO-DEVIR E SEUS FILÓSOFOS

O Curso, que tecerá seus movimentos engendrados com filósofos como Demócrito, Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Hobbes, Maquiavel, Nietzsche, Marx, Bergson, Sartre, Foucault, Deleuze, Guattari, Toni Negri, Michael Hardt, Bárbara Cassin, Baudrillard, Clement Rosset, entre outros, e mais escritores, poetas, cinegrafistas, teatrólogos, não-filósofos, etc, terá seu encontro na sede da AFIN, bairro Novo Aleixo, Rua Rio Jaú, 43. Como o capitalismo afirma que “tudo que é dado de graça não presta”, e como esse curso corre fora, aí sua natureza e graus esquizos, as inscrições e participações serão gratuitas. Com direito a água, café, cigarro – a vítima leva – e às vezes pão ou bolacha.

As inscrições podem ser realizadas pelo emeio da AFIN, ou pelos telefones (92) 3213-4205 / 3667-4030 / 9631-6845/ 9190-1949 /8807-3402

. É só ligar e mandar: “Olha aí, moçada, é daí que uma tal de AFIN tá afim de afinar um lance filosófico/constitutivo?” Fácil, não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.