MINISTRO BARROSO SUSPENDE CASSAÇÃO DO VEREADOR RENATO FREITAS DO PT

De acordo com o ministro do Supremo, o parlamentar do PT fez um “protesto pacífico em favor de vidas negras”

Luís Roberto Barroso e Renato de Freitas (Foto: Dorivan Marinho/SCO/STF | Rodrigo Fonseca/CMC)
 

247 – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso suspendeu a cassação do vereador de Curitiba (PR) Renato Freitas (PT), cassado em junho pela Câmara Municipal da capital paranaense. De acordo com o ministro do Supremo, o parlamentar fez um “protesto pacífico em favor de vidas negras”, de acordo com informações publicadas nesta sexta-feira (23) pela coluna Radar

O parlamentar respondeu a procedimento administrativo de quebra de decoro. Ele foi acusado de estimular, no dia 5 de fevereiro, invasão à Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de São Benedito, em Curitiba (PR). O ato aconteceu em protesto contra as mortes de Moïse Mugenyi, no dia 24 de janeiro deste ano, e Durval Teófilo Filho, no dia 2 de fevereiro. Os dois homens eram homens negros e foram assassinados no estado do Rio de Janeiro.

Em fevereiro, o parlamentar negou ter invadido a igreja e disse que a “missa já havia terminado” quando aconteceu a manifestação. “Vídeos sem contexto e informações falsas estão sendo divulgadas a respeito de ato contra o racismo”, acrescentou o petista na época pelo Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.