POBRE NÃO É OTÁRIO II: PESQUISA MOSTRA QUE ELEITORES SABEM DO AUMENTO DO AUXÍLIO BRASIL, PORÉM 74% NÃO MUDAM SEUS VOTOS

PRODUÇÃO AFINSOPHIA.ORG

 

1 – O que é o Auxílio Brasil?

Resposta muitíssimo simples:

– É uma teratologia, um monstro disforme, saído da mente de Bolsonaro para fantasmar o Bolsa Família. Claro, sem qualquer semelhança ou similitude. 

 

2 – Por quê sem qualquer semelhança ou similitude com o Bolsa Família?

– Porque não há vida inteligente no evento Bolsonaro, alcunhado de governo.

 

3 – Quanto pagava o Auxílio Brasil?

– Pagava R$ 400.

 

4 – Agora, quanto paga?

– R$ 600.

 

5 – Por quê aumentou?

– Para Bolsonaro comprar votos, visto que sabe que já perdeu a disputa para a presidência da República para o Lulu, o criador do Bolsa Família, mas, como todo iludido, acredita em milagre. Mesmo não acreditando em Deus. O que o povo se encontra careca de saber, em função dele usar, debochadamente, o nome Deus para enganar os culposos-evangélicos e seus congêneres. 

 

6 – E o povo entendeu a trapaça-eleitoral com o Auxílio Brasil?

– Sim! O povo não é otário! De acordo com as pesquisas dos institutos Datafolha e Quaest, os eleitores sabem que é uma chantagem para comprar votos.

 

7 – E quais foram os percentuais de eleitores que entenderam a trapaça-eleitoral, que em Democracia-Real seria condenada como crime eleitoral e na Ética-Familiar verdadeiramente Cristã, seria Corrupção?

– O Datafolha mostrou que 62% sabe da trapaça. Já o instituto Quaest, mostrou que 82% sabem do aumento e 74% sabem, mas, decididamente, não mudam seus votos. 

 

8 – Quer dizer, como afirma a Dona Ciscante, no frigir dos ovos, quem ganhou mesmo foi o povo com o aumento de 200 paus, mas não se vendeu. E Bolsonaro, como sempre, confirmou sua incompetência política e seu sofrível grau-moral de Sentido Democrático. 

 

9 – Então, neste quadro, brada o pobre que não é otário:

Viva Eu, Viva Tu!

Viva o Povo-Democrata

Com Lulu!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.