MORAES CRITICA MILÍCIAS DIGITAIS E DIZ QUE DEMOCRACIA SERÁ GARANTIDA COM ELEIÇÕES LIMPAS E URNAS ELETRÔNICAS

A declaração foi um recado para Jair Bolsonaro e aliados, que têm atacado o Judiciário e as urnas eletrônicas

Alexandre de Moraes (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

 

247 – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes afirmou, neste sábado (14), que “as milícias digitais produzem conteúdo falso, notícias fraudulentas, e têm o mesmo ou mais acesso que a mídia tradicional”.

“Como não dá para atacar o povo, começaram a atacar os instrumentos que garantem a democracia”, disse ele no Congresso Brasileiro de Magistrados, que acontece até este sábado, em Salvador (BA).

“Vamos garantir a democracia no Brasil com eleições limpas, transparentes e por urnas eletrônicas. Em 19 de dezembro, quem ganhar vai ser diplomado nos termos constitucionais, e o Poder Judiciário vai continuar fiscalizando e garantindo a democracia”, acrescentou. 

.

O magistrado concedeu as declarações em um contexto no qual aliados do bolsonarismo têm atacado a confiabilidade do sistema eleitoral brasileiro. Jair Bolsonaro (PL), por exemplo, tem defendido que as Forças Armadas atuem na checagem dos resultados das próximas eleições. 

Membros do Poder Judiciário têm repudiado o posicionamento de Bolsonaro. No mesmo evento de magistrados, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, disse, nessa sexta-feira (13), que não permitirá a “subversão do processo eleitoral” no País.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quem também participou do congresso foi o ministro do STF Luís Roberto Barroso. O magistrado criticou ataques contra as urnas eletrônicas e disse que perdeu tempo “discutindo a bobagem do voto impresso”.

O TSE concluiu testes sobre a segurança das urnas. De acordo com o tribunal,  investigadores não conseguiram alterar votos ou afetar apuração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.