APÓS PIADA HOMOFÓBICA DE BOLSONARO CONTRA MARANHENSES, FLÁVIO DINO DIZ QUE VAI PROCESSÁ-LO

Em visita ao Maranhão, presidente chamou maranhenses de “boiola” ao beber o guaraná Jesus; “E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda politica”, disse o governador

Adversário político de Jair Bolsonaro, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou nesta quinta-feira (29) pelas redes sociais que vai processar o presidente. A manifestação do comunista vem na esteira da piada homofóbica que o capitão da reserva fez contra os maranhenses em vista ao estado.

“Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda politica. Será processado”, escreveu Dino.

O governador se referiu à “brincadeira” preconceituosa feita por Bolsonaro ao tomar um copo do tradicional guaraná regional, o Jesus.

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse o presidente entre risos, a pessoas próximas. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, emendou depois Bolsonaro, mostrando a bebida. Enquanto isso, sua equipe fazia uma transmissão ao vivo em suas redes sociais.

Bolsonaro foi a São Luís para inaugurar um trecho da rodovia BR-135. No início da tarde, ele se encaminhou para Imperatriz, onde tem agenda para entregar mais obras no estado.

Logo que chegou à capital, o presidente tropeçou e quase caiu. O jornalista George Marques, que é maranhense, ironizou: “Foi só pisar no Maranhão que o Bolsonaro começou a cair”.

Assista.

Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.