ESTUDO SUGERE QUE DOENTE POR COVID SEGUE TRANSMITINDO O VÍRUS ATÉ 90 DIAS DEPOIS DE CURADO

Maryland 12 03 2020 Novo SARS-CoV-2 de Coronavírus Micrografia eletrônica de transmissão de partículas do vírus SARS-CoV-2, isoladas de um paciente. Imagem capturada e aprimorada de cores no NIAID Integrated Research Facility (IRF) em Fort Detrick, Maryland. Crédito: NIAID

Segundo a equipe liderada pela cientista russa Anna Popova, o novo coronavírus continua sendo transmitido pela pessoa curada que se curou da covid-19, mesmo alguns meses após se extinguirem os sintomas

Uma equipe de pesquisadores da Academia Russa de Ciências apresentou um estudo nesta terça-feira (15) que indicaria que pessoas que desenvolveram a infecção covid-19, causada pelo novo coronavírus, poderiam continuar transmitindo o vírus durante até 90 dias após extinguirem os últimos sintomas.

A teoria foi levantada pela equipe liderada pela cientista russa Anna Popova, que explica que o estudo foi organizado em colaboração com cientistas de diversos países.

A cientista russa acrescentou que “uma pessoa que não tem mais sintomas, que se sente perfeitamente saudável pós-covid, cujo sangue apresenta todos os indicadores perfeitos, ainda assim assim pode emitir o vírus pelo nariz”.

A pesquisa, no entanto, considera que o fato de essa característica não ter sido observada antes poderia indicar que isso seria resultado de uma mutação do coronavírus. “É uma possibilidade, não uma certeza, mas é algo que devemos estar observando permanentemente. Qualquer mudança no coronavírus pode levar à perda de controle sobre este vírus”, alertou Popova, nesse sentido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.