QUEIROZ NEGOCIA DELAÇÃO PREMIADA

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro estaria disposto a fazer delação no processo das rachadinhas em troca de proteção à família dele.

O policial aposentado Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro no período em que o filho do presidente Jair Bolsonaro era deputado estadual, estaria negociando uma delação premiada com o Ministério Público.

Segundo informações da rede CNN Brasil, as negociações do MP com Queiroz teriam avançado e o ex-assesor, apontado como coordenador do esquema de corrupção das rachadinhas no gabinete de Flávio na Alerj, pediu proteção a familiares e garantia de prisão domiciliar.

Os investigadores querem a garantia de que o ex-assessor vai trazer informações novas.

Queiroz foi preso no último dia 18. Ele estava em uma chácara em Atibaia pertencente ao ex-advogado de Flávio no caso, Frederick Wassef.

Na quinta-feira, a 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu, por dois votos a um, a favor de um habeas corpus apresentado pela defesa de Flávio que pedia que as investigações do caso das rachadinhas passassem para Órgão Especial do TJ.

Apesar do processo sair das mãos de Flávio Itabaiana, a prisão de Queiroz foi mantida porque as decisões tomadas pelo magistrado não foram anuladas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.