AFINSOPHIA: BOLSONARO DIZ QUE NÃO GOSTA DE POBRE, ESQUECEU DE PERGUNTAR SE O POVO, DEMOCRATICAMENTE, GOSTA DELE

PRODUÇÃO AFINSOPHIA,ORG

 

Qual é o bem que Bolsonaro, chefe maior da extrema-direita, causa às pessoas livres, inteligentes e aguerridas? Riso. Riso mostra saúde de quem vive livre da brutalidade-opressora. Quando Bolsonaro emite qualquer juízo, o riso se esparge pelo Brasil, dado seu grau de desconhecimento do conteúdo de sua verberação. Claro, que bom seria rir democraticamente, mas se tem tu, risse de tu.

Como funcionário denodado do capital, Bolsonaro vetou uma emenda do PT que defendia transporte gratuito de bagagem de voos. Vetou, impulsionado por mais um baixo-afeto, como diz o filósofo Spinoza, por ódio ao PT. E para sustentar seu corpo excitador de riso, disse:

“Minha tendência é vetar. Aliás, eu fui convencido a vetar o dispositivo. Não só porque é do PT. Se bem que é um indicativo. Os caras são socialistas, comunistas, são estatizantes. Eles gostam de pobre”, afirmou.

Verdadeiro analista político. Não sabe que gratuidade de bagagem não tem qualquer correspondência pétrea em ser socialista e comunista. Enunciados totalmente desconhecido dele. Como se diz: Marx não é para qualquer um.

Mas o que foi drive-riso proferido por ele, foi dizer que não gosta de pobre ao afirmar que quem gosta de pobre são socialistas e comunistas. O que significa, em relance, que em seu desgoverno pobre não terá nenhum direito respeitado. Como se vem confirmando.

Porém, em seu afã de emitir corpos produtores de riso, não lembrou de se perguntar se democraticamente o povo gosta dele. O povo que é a potência da multidão. O povo que com sua práxis e poiesis produz democracia como corpus-político humanamente sensitivo e cognitivo. O corpus-político que afeta a sociedade de alegria aumentando sua potência de agir. E não lhe causando dor.

Mas par Bolsonaro saber melhor se o povo lhe tem apreço necessário para governar o país, basta ele se reportar aos Movimentos 15 e 30 de Maio. Se não ficar satisfeito, tenta fazer uma perspectiva de como será o Movimento 14 de junho.

Coisa deBolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.