ABERRAÇÕES-BOLSONARISTAS COMEMORAM A PERDA DE MAIS DE 40 MIL LIVROS DA EDITORA L&PM COM ENCHENTES NO RS

0

PRODUÇÃO AFINSOPHIA.ORG

 

Como são a representação maior da estupidez, e não sabem sequer o que seja a fundamentação do pensamento e do conhecimento da estética como artes e literatura, as aberrações-bolsonaristas estão comemorando a perda de mais 40 mil livros da Editora L&PM, com as enchentes no Rio Grande do Sul.

 

Se eles não sabem o que sejam artes e literatura, para eles não há qualquer importância para o Brasil o flagelo-estético.

 

Obstruídos em seus sentidos, fragmentados em suas inteligências e degenerados estética e eticamente, nenhum livro tem valor de elevação Ontológica-Humana. “Que venham mais águas para acabar com todas as editoras do Rio Grande do Sul e do Brasil!”, bradam sadicamente em suas aberrações. O que importam para eles são armas, mentiras e vantagens. Os valores de todos nazifascistas.

 

“São 49 anos de trabalho, 900 mil livros no estoque, mais de 2 mil título ativos, e ainda não sei quanto vamos perder porque não consigo entrar no depósito. Só chego lá de barco”, disse o diretor da editora Ivan Pinheiro Machado.

 

“A L&PM, fundada em 1974, é reconhecida por sua coleção de quadrinhos e clássicos de bolso, além de ter publicado renomados autores como Luis Fernando Veríssimo e Eduardo Galeano, além de trabalhos importantes de opositores da ditadura militar”.

 

Imaginemos as atrofias-bolsonaristas sabendo quem seja Eduardo Galeano. 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.