REVOLUÇÃO DOS CRAVOS, EM PORTUGAL, 50 ANOS: EVENTO CELEBRA DATA HISTÓRICA NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO RS

0
MEMÓRIA

A revolução depôs a ditadura salazarista no país, encerrando 40 anos de um brutal regime autoritário

Redação
Brasil de Fato | Porto Alegre (RS) |

 

A ditadura portuguesa foi marcada por cerceamento de liberdades e diversas violações dos direitos humanos – Reprodução

O dia 25 de abril de 2024 marca os 50 anos da Revolução dos Cravos, um dos marcos na luta por democracia no ocidente, quando Portugal se libertou do regime autoritário salazarista.

Para celebrar a data, os deputados Matheus Gomes (PSOL), Luciana Genro (PSOL) e Miguel Rossetto (PT) se unem à Marilinda Marques Fernandes, advogada portuguesa radicada em Porto Alegre. O evento acontece nesta quinta-feira (25), às 18h30, no Salão Júlio de Castilhos da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. 

Para Marilinda, é de suma importância marcar a data da retomada democrática em Portugal. “O fim da ditadura salazarista em Portugal não foi uma vitória apenas na Europa, já que seus reflexos também podem ser vistos diretamente no processo de independência de países como MoçambiqueGuiné Bissau e Angola”, analisa.

Segundo ela, a Revolução dos Cravos é um momento multifacetado na história que merece ser discutido globalmente, de forma a fortalecer os regimes democráticos ao redor do mundo.

A ditadura portuguesa foi marcada por cerceamento de liberdades e diversas violações dos direitos humanos, fazendo com que a insatisfação popular crescesse até o momento derradeiro de derrubada do regime em 1974. Com o restabelecimento da democracia, uma nova Constituição foi aprovada dois anos após a revolução, vigorando até os dias atuais. Em Portugal, a data de 25 de abril é feriado nacional, o Dia da Liberdade. O evento tem entrada franca e é aberto ao público. 


Ato na Assembleia Legislativa lembra 50 anos da Revolução dos Cravos / Divulgação

Debate e música no Bar Guernica

No domingo (28), às 20h, também haverá um debate sobre a revolução e o momento atual, com a participação de Marilinda Fernandes, no Bar Guernica (Travessa Venezianos, 44 Cidade Baixa). Acompanhando Marilinda, o músico Ciro Ferreira recitará canções de luta entre o Oceano que nos separa e nos liga.

Fonte: BdF Rio Grande do Sul

Edição: Katia Marko

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.