‘UM BELO DOMINGO’ DE BOLSONARO. COM TODO RESPEITO AO ROMANCE DO REVOLUCIONÁRIO ROMANCISTA ESPANHOL, JORGE SEMPRÚN QUE LUTOU CONTRA O NAZISMO. TEM ÁUDIO

0

PRODUÇÃO AFINSOPHIA.ORG

 

O espanhol, Jorge Semprún (1923-2011), é daqueles homens raros que escolheu a Liberdade como seu Devir-Humano. Jamais deixou que a força reativa do ódio-niilista travasse sua luta que a História propõe.

Jorge Semprún Um homem com muitas vidas | PÚBLICO

Nascido na Espanha, escolheu a França para morar e se engajar com outros artistas, trabalhadores, estudantes, intelectuais para enfrentar a propagação da destruição do mundo comandada por Hitler, Mussolini e outros pervertidos.

 

Além de suas palavras, em inúmeras conferências, usou o romance e o roteiro cinematográfico como instrumento político-pedagógico para mudar o rumo da dor que dominava o planeta.  Escreveu vários roteiros dos cinemas do grego Costa-Gravas: A Confissão, Z, Sessão Especial de Justiça, entre outros, além de ser parceiro do cinegrafista francês Alain Resnais.

Para pagar a conta de ter sido intelectual estalianizado, fora membro do PCE, escreveu a Autobiografia de Federico Sánchez, Federico era seu codinome. Por ser comunista foi preso no campo de concentração de Buchenwald. Durante muito tempo ficou clandestino desempenhando o papel de comentarista de futebol. Chegou a ser Ministro da Cultura. É mole?

 

Mas, o que nos interessa nesse breve texto sobre Jorge Semprún, é o uso debochado por nós, do título de seu romance-revolucionário, Um Belo Domingo, que ele trata dos Campos de Mortes para assassinar os tidos como inimigos do nazismo, como hoje, Israel, comandado pelo nazista Netanyahu, faz com a Palestina. Um Belo Domingou por nós serve para escrachar o domingo, 25 de fevereiro, de Bolsonaro e seus miseráveis fascistas, já que o nazismo é atemporal e a-territorializado. É como o deus dos judeus, encontra-se por todo lado, mesmo que seja só fantasia. Olha Israel aí, gente!

 

Para ficar mais carnavalescamente-didático, estamos expressando a letra e a música em áudio. Tudo produção do site Afinsophia e do Blog Esquizofia, da ONG Associação Filosofia Itinerante (AFIN), que há 23 anos perturba, sem fins lucrativos, a paz-cemiterial do Amazonas, principalmente, Manaus, que nunca chega a se tornar uma cidade pela força-pessimista e derrotista de seus governantes. Além, das limitadas inteligências.

 

LETRA

 

Hoje é domingo!

25 de fevereiro!

O dia que Bolsonaro

Bota fé que vai escapar da prisão.

Hoje é domingo!

Bolsonaro e seus fascistas

Acreditam que vão virar o jogo

E acabar com Xandão.

Mas, acontece

Que a PF

Já tem nas mãos as correntes

Para acorrentar Bolsonaro

Com seu batalhão de dementes.

Não adianta correr

Não adianta espernear

Nem invocar

“Deus nos acuda”

Bolsonaro é esperado

Com festa

Na Papuda. 

 

Aqui áudio.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.