NOVO ATLAS DOS AGROTÓXICOS SERÁ LANÇADO NESTA TERÇA FEIRA, NO RIO, COM PARTICIPAÇÃO DE BELA GIL

0

VENENO

A publicação reúne artigos e destaca que agrotóxicos proibidos na Europa são livremente usados na agricultura brasileira

Redação

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

05 de dezembro de 2023 às 09:36

Protesto contra a aprovação de lei que liberou de agrotóxicos proibidos em outros países – Foto: Isabelle Rieger/ Arquivo ATBr

Será lançada nesta terça-feira (5), a edição brasileira do “Atlas dos Agrotóxicos 2023 – Fatos e dados do uso dessas substâncias na agricultura”, publicada originalmente na Alemanha em 2022. O lançamento acontece na Casa da Glória, a partir das 17h30 e terá a presença de Bela Gil e da deputada Marina do MST entre os convidados.

As inscrições para participação no evento devem ser realizadas pelo e-mail: info@br.boell.org. As vagas são limitadas.

Os agrotóxicos estão sendo usados no mundo inteiro em quantidades cada vez maiores e têm sido responsáveis pela deterioração da saúde humana, da biodiversidade, da água e do solo, aponta a Fundação Heinrich Boll, responsável pela publicação.

O Atlas traz um conjunto de artigos – traduzidos e outros originais – e reforça que vestígios de agrotóxicos usados na agricultura estão sendo encontrados em frutas, nos vegetais, no leite materno, no ar e até mesmo nos solos de territórios protegidos.

Entre os autores e autoras, estão especialistas como a pesquisadora Larissa Bombardi, uma das referências em estudos sobre agrotóxicos. Alan Tygel, integrante da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida também contribui com o Atlas.

Também assinam os artigos: Aline do Monte Gurgel, Carla Hoinkes, Christine Chemnitz, Dave Goulson, Emiliano Maldonado, Francileia Paula de Castro, Helmut Butscher-Schaden, Johann Zaller, Joyce Souza,Julia Dolce, Juliana Acosta Santorum, Katrin Wenz, Leonardo Melgarejo, Lucimara Beserra, Lucineia Miranda de Freitas, Mariana Rosa Soares, Martha Mertens, Nanci Pittelkow, Sérgio Ribeiro, Silke Bollmohr, Susan Haffman e Wolfgang Bödeker.

A publicação destaca que agrotóxicos proibidos na Europa são livremente usados na agricultura brasileira e que isso vem acentuando os conflitos no campo no país.

“O mercado global de agrotóxicos é altamente lucrativo. Na vanguarda: empresas europeias como Bayer e BASF. A União Europeia (UE) é o maior mercado de exportação de agrotóxicos do mundo, e vem investindo cada vez mais em países do Sul Global. As empresas da região exportam agrotóxicos que são proibidos em seus próprios territórios, devido aos seus efeitos nocivos na saúde humana e no meio ambiente”, descreve a Fundação Heinrich Böll.

 

Serviço

Lançamento Atlas dos Agrotóxicos 2023 – Fatos e dados do uso dessas substâncias na agricultura

Onde: Casa da Glória, Ladeira da Glória, 98 – Glória, Rio de Janeiro

Quando: terça-feira (05), às 17h30 – entrada gratuita, com inscrições pelo e-mail: info@br.boell.org.

 

Edição: Vivian Virissimo

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.