RELATORA DA CPI DE 8 DE JANEIRO, ELIZANE GAMA AVISA QUE MANDARÁ PRENDER QUEM MENTIR NA COMISSÃO

0

Brasília (DF), 08.01.2023 - Manifestantes golpistas invadem o Congresso Nacional, STF e Palácio do Planalto. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Senadora do PSD não descarta convocar o ex-presidente Jair Bolsonaro para que preste depoimento

Redação
São Paulo | SP |

 

Relatora da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigará os atos golpistas de 8 de janeiro, a senadora Eliziane Gama (PSD-MA) afirmou que não tolerará mentiras no curso da comissão.

Leia mais: Chat GPT e o sofrimento da indeterminação profissional no Direito

“Se tiver falso testemunho na CPI, pedido de prisão será feito. Nós não vamos aceitar avacalhar os trabalhos da comissão. E eu, como relatora, não vou aceitar achar que vem para a comissão tripudiar ou tentar manipular ou instrumentalizar o colegiado”, afirmou Gama, em entrevista ao jornal O Globo, neste domingo (4).

A senadora repreende, de imediato, a tese da oposição, de que o governo federal teria facilitado ou provocado os atos golpistas, usando militantes de esquerda infiltrados entre os bolsonaristas que invadiram e depredaram as sedes do Palácio do Planalto, Superior Tribunal Federal (STF) e Câmara dos Deputados.

:: Ação judicial do governo sobre Eletrobras pode inviabilizar privatização de outras estatais ::

“Estamos num momento de rede social tão intensa, de facilidade de acesso ao perfil de uma pessoa, que se tivesse, naturalmente, já seria de conhecimento público”, ponderou Gama, que não descarta a convocação do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), para que elucide seu papel nos atos golpistas.

“Mas o que foi a invasão na sede dos três Poderes? É uma invasão em Casas que representam a República brasileira. Subentendem que estava em curso claramente um ato golpista caracterizado pelo incentivo e pelo questionamento do processo eleitoral. Vamos apresentar nosso plano de trabalho, se a gente vir que há necessidade de chamarmos o ex-presidente, vamos chamar”, finalizou a senadora.

Edição: Lucas Weber

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.