ATOS TERRORISTAS: PF CAÇA MAIS 32 BOLSONARISTAS QUE PARTICIPARAM E FINANCIARAM TENTATIVA DE GOLPE

0

8 DE JANEIRO

Maior parte das prisões está sendo feita em São Paulo e Minas Gerais. Agentes da PF cumprem também 46 mandados de busca e apreensão em 9 estados e no Distrito Federal.

Bolsonaristas em ato terrorista na Praça dos Três Poderes.
Créditos: Agência Brasil.

Por Plinio Teodoro

POLÍTICA – 17/3/2023 · 

A Polícia Federal desencadeou na manhã desta sexta-feira (17) a 8ª fase da Operação Lesa Pátria e caça mais 32 apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) que participaram, financiaram, omitiram-se ou fomentaram os terroristas de 8 de Janeiro, que destruiu o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o edifício-sede do Supremo Tribunal Federal (STF) na tentativa de provocar um golpe de estado.

Segundo informações divulgadas pela PF, estão sendo cumpridos 46 mandados de busca e apreensão e 32 mandados de prisão preventiva nos estados da Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Rio Grande do Sul, São Paulo e no Distrito Federal.

“Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido”, diz a PF.

Com 13 mandados de busca e apreensão e 13 mandados de prisão, São Paulo é o estado onde se concentra a maior parte da operação.

Em Minas Gerais, 8 pessoas devem ser presas, no Rio Grande do Sul 3, e em Goiás, na Bahia e no Paraná 2. Há ainda mandados de prisões no Espírito Santo e Maranhão.

Nesta quinta-feira (16), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal concluiu a análise preliminar dos casos envolvidos os suspeitos presos no acampamento em frente ao Quartel-General do Exército em Brasília e decidiu manter 294 terroristas presos.

Moraes rejeitou os pedidos de liberdade de 86 mulheres e 208 homens que tiveram as condutas consideradas mais gravosas. A maior parte desse grupo vai responder por crimes graves, como dano qualificado, abolição violenta do Estado de Direito e golpe de Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.