BOLSA FAMÍLIA: PARCELAS DE JANEIRO JÁ COMEÇARAM A SER DEPOSITADAS

0

Beneficiários sacando o Bolsa Família na agência da Caixa Econômica, em Sobradinho. Brasília/DF 30/05/2017. Foto: Rafael Zart/ASCOM/MDSA

TÁ VOLTANDO

O cronograma de pagamentos é baseado no Número de Identificação Social (NIS) dos trabalhadores cadastrados

Mariana Lemos
Brasil de Fato | São Paulo (SP) |

 

Ouça o áudio:

00:54
02:01

Download

O público que tem direito ao pagamento são famílias em situação de pobreza e extrema pobreza – Rafael Lampert Zart / Agência Brasil

Os pagamentos da parcela de janeiro do Bolsa Família, o programa de transferência de renda do governo federal, começaram a ser realizados nesta quarta-feira (18). O valor mínimo a ser recebido pelos beneficiários do programa é de R$600. Os usuários não precisam trocar ou atualizar cartões. Os mesmos cartões do Auxílio Brasil seguem válidos para saques e movimentações.

O cronograma de pagamentos, que é baseado no Número de Identificação Social (NIS) dos trabalhadores cadastrados, começa para aqueles que possuem o número 1 como último dígito do NIS. A projeção é que os pagamentos aconteçam nos últimos 10 dias úteis de cada mês. Os valores estarão disponíveis para saque por até 120 dias.

 

Para consultar as datas de pagamento, assim como o valor do benefício recebido e a composição das parcelas, acesse gratuitamente o aplicativo Caixa Tem, disponível para celulares e tablets com sistema Android e iOS. 


As parcelas estarão disponíveis para saque por até 120 dias a partir da data do depósito / Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social

O aumento no valor recebido pelas famílias, que havia sido promessa de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi garantido por conta da aprovação da Emenda Constitucional da Transição. O programa de transferência de renda deve voltar a ser batizado como Bolsa Família em março deste ano.

Segundo informações divulgadas pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, neste mês o Bolsa Família vai somar R$13 bilhões em benefícios para 21,9 milhões de famílias.

O valor adicional de R$150 para as famílias que tenham na composição familiar crianças de até seis anos de idade começará a ser pago a partir do mês de março deste ano. Segundo o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Wellington Dias, será preciso analisar os cadastros das famílias para garantir o pagamento, evitando fraudes. 

O público que tem direito ao pagamento são famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, que tenham na composição familiar gestantes, lactantes, e crianças e jovens entre zero e 21 anos. O cadastro é feito prioritariamente no nome das mulheres chefes de família. 

São entendidas como situação de pobreza as famílias cuja renda é de até R$ 210 por pessoa, enquanto a extrema pobreza é caracterizada pelo recebimento inferior a R$ 105,1 per capita. Para saber o valor da renda per capita basta somar todos os rendimentos e dividir pelo número de pessoas que compõem a família.

Em caso de dúvidas, entre em contato com o MDS pelo telefone 121 ou com o Canal de Atendimento ao Cidadão da Caixa pelo número 111. 

Edição: Thalita Pires

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.