RIO DE JANEIRO RECOMENDA RETORNO DO USO DE MÁSCARAS EM TRANSPORTE PÚBLICO E EM LOCAIS FECHADOS

0
VARIANTE ÔMICRON

Estado do Rio teve aumento de 330% nos casos de covid em apenas uma semana com nova variante

Redação
Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ) |

 

Ministério da Saúde emitiu uma nota em que alertou para “o aumento do número de casos e a circulação de novas linhagens da variante Ômicron” – Eduardo Miranda

Representantes da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro se reuniram nesta sexta-feira (18) e, ao fim do encontro, decidiram recomendar o retorno da utilização de máscaras em ambientes fechados e em transporte público e em qualquer lugar para as pessoas com mais de 60 anos e pessoas com comorbidades.

Leia mais: Estado do RJ registra aumento de 330% nos casos de covid em uma semana

A medida do governo estadual tem por objetivo conter as contaminações da população por novas variantes do novo coronavírus que têm aparecido nas últimas semanas. Segundo dados da Secretaria, o estado do Rio teve aumento de 330% de casos confirmados da covid-19 em apenas uma semana.

Em todo o estado, a taxa de positividade está em 37% nos exames realizados, já na capital, a taxa é de 34%. Na semana de 30 de outubro a 5 de novembro, 4.368 casos foram confirmados. Já na semana epidemiológica seguinte, que vai de 6 de novembro a 12 de novembro, esse índice subiu para 18.799 casos.

Leia também: Trecho da Praia de Ipanema frequentado por Gal Costa se torna patrimônio imaterial do Rio

As autoridades de saúde vêm alertando para a importância de se manter o esquema vacinal atualizado. Nos últimos dias, o Ministério da Saúde emitiu uma nota em que alertou para “o aumento do número de casos e a circulação de novas linhagens da variante Ômicron” e informou que “21 unidades da federação registraram aumento no número de casos”.

Na semana passada, algumas universidades como a UFRJ, Uerj e a PUC-Rio publicaram novas normas de recomendação para uso das máscaras e uso de álcool em gel. As instituições também pedem que alunos, funcionários e professores com sintomas da covid realizem o teste e permaneçam em casa até terem teste negativo.

Fonte: BdF Rio de Janeiro

Edição: Eduardo Miranda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.