TRABALHADORES QUE NÃO FIZERAM O SAQUE EXTRAORDINÁRIO DO FGTS PODEM FAZÊ-LO ATÉ 15 DE DEZEMBRO

0

Aplicativo Caixa Econômica Federal- FGTS.

SE LIGA NO SAQUE

No caso do saque não ser realizado, o valor permanece no FGTS do trabalhador

Mariana Lemos
Brasil de Fato | São Paulo (SP) |

 

Ouça o áudio:

00:00
01:51

Download

Segundo informações disponibilizadas pela Caixa Econômica Federal, cerca de 12 milhões de trabalhadores ainda não realizaram o saque – Marcelo Camargo / Agência Brasil

Trabalhadores com carteira assinada que possuem saldo disponível no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e que ainda não realizaram o saque extraordinário, disponibilizado desde fevereiro deste ano, possuem direito ao saque de até R$ 1 mil que pode ser feito até o dia 15 de dezembro.

No caso do saque não ser realizado, o valor permanece no FGTS do trabalhador, podendo somente ser acessado na modalidade de saque-aniversário ou então em caso de demissão sem justa causa, aquisição de casa própria e aposentadoria.

Segundo informações disponibilizadas pela Caixa Econômica Federal, cerca de 12 milhões de trabalhadores ainda não realizaram o saque.

Para ter acesso, o trabalhador deve entrar no aplicativo Caixa Tem. No caso do valor ainda não ter sido liberado de forma automática, o trabalhador pode solicitar o saque extraordinário por meio do aplicativo FGTS, disponível para Android e Iphone ou ainda pelo site

No aplicativo, o trabalhador deverá clicar em “Solicitar saque” e depois em “Confirmar” para autorizar a abertura de conta poupança social da Caixa. Aparecerá, então, a seguinte mensagem: “A Caixa irá processar a solicitação e caso esteja tudo certo, o valor será creditado em sua conta”.

O benefício será depositado na Conta Poupança Social Digital da Caixa Econômica Federal, utilizada para o pagamento de benefícios sociais e previdenciários. A partir do momento em que o dinheiro cai na conta da poupança digital, os valores podem ser sacados em uma agência da Caixa ou ainda movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de boletos ou de compras por meio de um cartão virtual.

Caso os dados do trabalhador estejam incompletos, a conta poupança digital não poderá ser aberta automaticamente pelo banco e o crédito não será realizado. Nesses casos, é necessário solicitar à Caixa o saque dos recursos.

Edição: Nicolau Soares

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.