SOB O FETICHE DOS GÊMEOS ALUCINALDO E DELIRIOWISKI, BOLSONARO AFIRMA QUE VAI GANHAR NO 1° TURNO COM 60%

PRODUÇÃO AFINSOPHIA.ORG

 

A ordem fetiche dos gêmeos Alucinaldo e Deliriowiski ocorreu no município de São Paulo, onde Bolsonaro fantasiava um comício. Depois de muita fabulação sobre o seu conhecido desgoverno, que a população conhece muito bem, daí a severa rejeição que leva ao entendimento “Bolsonaro Nunca Mais”, ele tascou aos poucos presentes, muitos conduzidos por cabos eleitorais, para encher espaço, o efeito fabulante dos gêmeos:

“Apoio muito grande. Não tem como ser no segundo turno. Não tem como. Primeiro turno, com 60% dos votos”, ventriculou Alucinaldo e Deliriowiski.

 

Ora, ora, ora, coisa de Bolsonaro desatinado do real criando a magia do duplo: a fantasia. Observando as pesquisas, principalmente do Datafolha e Ipec, Lula já é o novo presidente. E novo no sentido-filosófico de mudança, transformação, mutação, outro Brasil.

 

Para marxistas ou não-marxistas é a confirmação histórica do Processo-Dialético-Democrático dissipando de vez a não-história abstrata imposta pela força da obnubilação de um mundo diáfano criado por um personagem irreal argamassado como figura no Palácio do Planalto por mais de 56 milhões de egos-alienados confundidos nas partículas do mundo concreto.      

 

Diante do quadro dos gêmeos enunciados por Bolsonaro, alguém coisificadamente pode afirmar, Bolsonaro perdeu a noção da realidade. Mas, alguém integrada da matéria concreta que produz a vida, contrarie tal afirmação com a sentença antagônica: Bolsonaro nunca teve a noção da Realidade-Política. Ele é a falha de quem também tem a consciência falhada na Subjetividade-Social que alinha as pulsações sociais da maioria da sociedade brasileira.

 

Novamente a psicóloga Nezinha do Cumaru, faz seu diagnóstico infalível: Não é só Bolsonaro o único que é sujeito-sujeitado ventrículante dos gêmeos Alucinaldo e Deleriowiski. Existem mais de 20% de seus semelhantes que refletem o mesmo fetiche. Mas, felizmente, com 20% ninguém se elege presidente do Brasil. Nem mesmo vereador de Manaus.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.