DOIS BREVES EXEMPLOS DA GESTÃO BOLSONARO, PARA SE ACREDITAR QUE EX-MINISTRO RIBEIRO É UM SANTO

PRODUÇÃO AFINSOPHIA.ORG

 

Todos os membros da gestão Bolsonaro foram escolhidos porque têm noções comuns com ele, diria o filósofo holandês Spinoza. Ninguém com posições democráticas diferentes de Bolsonaro iria ser convidado para participar dessa gestão e muito menos aceitaria. Muito menos se fosse membro de um partido de esquerda como PT, PCdoB, PSOL, etc.

 

Então, é claro que todos que fazem parte da gestão Bolsonaro têm afinidade com ele. Por essa clara e insofismável obviedade, tratando-se do caso quentinho da prisão dos pastores irmãos em “Deus Acima de todos” de Bolsonaro, principalmente do ex-ministro da Educação, que anda armado, Milton Ribeiro, jáera  de se esperar que figuras de tal gestão se prontificassem a defendê-lo, que corresponde defender Bolsonaro. Ainda, levando em conta trata-se de tempo de eleições gerais com maior relevo a disputa presidencial que Bolsonaro aparece já preparando as malas e cuias.

 

Porém, bastam apenas dois breves exemplos para confirmar a coesão dessa gestão Bolsonaro. O seu vice Mourão, e sua ministra Damares.

 

O que disse Mourão?: “Milton é uma excelente pessoa e a verdade irá triunfar”.

 

O que disse a ministra Damares?: “Milton é uma pessoa amada e honrada. Ele sempre se mostrou uma pessoa íntegra e correta…”

 

Diante dos fatos, não ha como contestar os dois breves exemplos de solidariedade com o pastor que por semelhança fez parte da gestão Bolsonaro e foi preso pela Polícia Federal.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.