FILÓSOFO VICTOR LEANDRO APRESENTA SEU NOVO LIVRO: “LER COM MARX – UMA INTRODUÇÃO À CRÍTICA LITERÁRIA MARXISTA A PARTIR DE LUKÁCS”

PRODUÇÃO AFINSOPHIA.ORG

 

Eis o filósofo Victor Leandro!

Mais um livro, mais uma dilatação epistemológica produzida pelas formas ativas dos fluxos-literários-filosóficos que excitam a mutabilidade do conhecimento possibilitando novas formas de sentir, ver, ouvir e pensar para além do já estabelecido que rege a domesticidade da molaridade do saber. Uma das categorias-niilistas que promovem e exaltam a alienação social, principalmente em Manaus. Território onde a dormência da satisfação tem seus abraços-reativos abertos atentos para o aconchego da negação da Vida.

E nesta festa-filosófica, que ao exaltar a Vida, causa tristeza nos mistificados, mitificados, alienados, fetichizados e coisificados que têm o mundo como território de suas verdades-reativas como único-possível, como diz o filósofo Deleuze sobre a função da filosofia, o site Afinsophia.org se sente spinozianamente afetado de alegria em conversar com o filósofo, autor de vários livros, doutor e professor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Agora, compondo com o filósofo húngaro Lukács mediado pelo trans-filósofo, Karl Marx.

Como uma valsa húngara, o Afinshopia. org vai inquietar o seu acessante com uma única categoria-filosófica, já, que como diz o trans-filósofo Marx, “as categorias são formas de ser, determinações da existência”: Qual o teu objetivo com esse revolucionário texto, Ler Com Marx?

FILÓSOFO VICTOR LEANDRO – O presente texto tem por objetivo oferecer uma introdução marxista à crítica literária a partir de uma base lukasciana, pautando-se dessa maneira nas ideias do filósofo húngaro a respeito do fenômeno literário e de suas possibilidades de exame.

Não pretende, de nenhum modo, constituir-se em uma obra para especialistas em estudos marxistas, tampouco visa debater à exaustão os imbricados meandros da Estética de Luckács. Antes, sua meta é a de compor-se em uma reunião de fundamentos para a investigação de obras literárias pela via do marxismo. 

Porque, no final, tudo que a literatura e seu estudo visam é ao desvelamento da experiência humana. Logo, é na ampliação do universo de possibilidades do humanístico que devemos encontrar o fim não só de quem produz, mas de quem se debruça sobre as obras escritas através dos tempos, as quais, em seus variados níveis de profundidade, mostram os processos designativos da humanidade em seu devir histórico.

AFINSOPHIA.ORG – A obra que foi publicada pela Editora Metrics, composta por 64 páginas, passou  pela avaliação e aprovação de pareceristas ad hoc de um Conselho Editorial Internacional, certo?

FILÓSOFO VICTOR LEANDRO – Certo! 

AFINSOPHIA.ORG – Agora, com o livro publicado, é só as companheiras e os companheiros buscarem Ler Com Marx!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.