JUSTIÇA REJEITA DENÚNCIA DO “QUADRILHÃO DO PT” CONTRA LULA

 

Além de Lula, estavam envolvidos na acusação a ex-presidente Dilma Rousseff, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci, delator

Jornal GGN – A assessoria de Lula divulgou neste sábado (21) a informação de que a 12ª Vara Criminal em Brasília rejeitou uma denúncia contra o ex-presidente sobre o chamado “quadrilhão do PT”. Esta é a sexta ação resultante da Lava Jato que não prospera contra Lula.

Além de Lula, estavam envolvidos na acusação a ex-presidente Dilma Rousseff, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci, delator. Eles foram acusados de corrupção relacionada ao Ministério de Minas e Energia, Petrobras, Odebrecht e outras empreiteiras.

“A sentença foi proferida em 19/11/2020 pelo Juízo da 12ª. Vara Federal Criminal (Processo nº 1007965-02.2018.4.01.3400) e rejeitou a acusação de que Lula teria integrado uma organização criminosa. Lula já havia sido definitivamente absolvido (decisão transitada em julgado) da mesma acusação pelo Juízo da 12ª. Vara Federal Criminal por meio de sentença proferida em 04/12/2019 (Processo nº 1026137-89.2018.4.01.3400)”, diz a nota da equipe do petista.
A defesa divulgou também um resumo das ações trancadas contra Lula por falta de provas:
1) Caso “Quadrilhão”
12ª Vara Federal Criminal de Brasília – Processo n.º 1026137-89.20184.01.3400 – o ex-presidente Lula foi absolvido sumariamente e a decisão se tornou definitiva (trânsito em julgado);
2) Caso “Obstrução de justiça”
(Delcídio do Amaral) – 10ª Vara Federal Criminal de Brasília – Processo n.º 0042543-76.2016.4.01.3400 (42543-76.2016.4.01.3400) – o ex-Presidente Lula foi absolvido por sentença que se tornou definitiva (trânsito em julgado);
3) Caso “Frei Chico”
7ª Vara Criminal Federal de São Paulo – Inquérito n.º 0008455-20.2017.4.03.6181 – rejeição da denúncia em relação ao ex-presidente Lula confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª. Região;
4) Caso “Invasão do Tríplex”
6ª Vara Criminal Federal de Santos – Inquérito n.º 50002161-75.2020.4.03.6104 – denúncia sumariamente rejeitada em relação ao ex-presidente Lula.
5) Caso Janus I
10ª Vara Federal de Brasília – Ação Penal n° 0016093-96.2016.4.01.3400 – processo trancado por inépcia da denúncia e ausência de justa causa por decisão unânime do Tribunal Regional Federal da 1ª. Região proferida em 1º/09/2020).
A nova decisão da Justiça Federal de Brasília é mais uma evidência de que Lula é vítima de lawfare, pois o ex-presidente foi vítima de múltiplas acusações frívolas e descabidas com fins ilegítimos.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.