“POSIÇÃO HUMILHANTE”, HADDAD IRONIZA FALTA DE COMANDO DE BOLSONARO

 
06 DE ABRIL DE 2020.

O presidente havia decidido demitir o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, mas recuou após fortes pressões

Foto: Marcos Corrêa/PR

O ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, fez uma publicação na noite desta segunda-feira (6) ironizando a posição do presidente Jair Bolsonaro diante da crise interna em seu governo ao redor do Ministério da Saúde.

“Nunca tinha visto um presidente se colocar em situação tão humilhante”, escreveu o candidato do PT à presidência nas eleições de 2018.

O presidente havia decidido demitir o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, mas recuou após a pressão da ala militar do governo – em especial do ministro da Casa Civil e “presidente operacional”, Walter Braga Netto – e do Congresso Nacional.

A falta de comando do presidente virou assunto nas redes sociais. No domingo ele havia declarado que não tinha “medo de usar a caneta” e que ela seria usada contra pessoas que ” viraram estrelas e falam pelos cotovelos”. Mandetta revelou que chegou a esvaziar suas gavetas.

A exoneração seria publicada em edição extra do Diário Oficial na tarde desta segunda-feira logo após uma reunião com todos os ministros do governo e com o vice-presidente Hamilton Mourão. O DOU foi publicado sem a exoneração.

Desde a semana anterior se especula que o presidente esteja atuando como uma “monarca sem poder efetivo” com o sob intervenção de Braga Netto. Nesta segunda, apoiadores pediram para ele não virar “Rainha da Inglaterra”.

Fernando Haddad

@Haddad_Fernando

Nunca tinha visto um presidente se colocar em situação tão humilhante.

4.840 pessoas estão falando sobre isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.