NAZIFASCISTAS PROMOVEM SHOW DO CHABU COM O EVENTO BOLSONARO A TRANSMITIR AO VIVO A PESTE

PRODUÇÃO AFINSOPHIA ORG.

No momento que é declarado portador da peste, Samy Liberman, secretário adjunto da SECOM, o sétimo componente do desgoverno que vassalamente estiveram na “expedição-moléstia” à Flórida, (Fernando Brito) em Miami, o evento Bolsonaro, concretizou, a realização do chabu, proposto pelo general Augusto Heleno, intitulado “foda-se”.

Concretizou-se um crime de responsabilidade, porque o evento, como chefe de Estado, por força da expressão, não pode, jamais, na República, atentar contra o STF e o Congresso Nacional.

Concretizou-se o desatino, porque, embora faltando com a verdade, declarou que não convocara ato, manifestação alguma, mas pedia, quando, a desconfiar que portava a peste, que seus seguidores abortassem o chabu.

Hoje, o chabu concretizou-se. Minguados irresponsáveis, doentes, carregados da peste emocional compareceram em algumas capitais gritando mito. 

E a prova do crime aconteceu porque o evento transmitiu a peste, ao vivo, para 100 identificados nazifascitas (foi orientado pelos médicos para se resguardar) do palácio do planalto, acompanhado de um cérebro de músculo, lutador de MMA, bombado, animador de claque que foram ao local para ver, o possível portador da peste, do mal. Ofendeu a Folha de São Paulo, pegou celular dos presentes e fez selfs e circulou de carro pela Esplanada dos Ministérios.

No momento em que Estados Unidos, França, Portugal, Espanha tomam medidas protetivas, o evento Bolsonaro incentiva a transmissão da peste. Peste que pode está nele, como, já descontrolada,  nos seus seguidores.

Do Chabu de hoje, a conclusão que se tira é que com a peste ou sem peste, o encontro só levaria às ruas as aberrações, os doentes que se identificam com o evento Bolsonaro e sem distinção se homem ou mulher. De moto, de carro, com faixas, camisa verde amarela e suas psicoses. 

A atitude do evento Bolsonaro vem recebendo críticas de políticos como Marcelo Freixo, Paulo Teixeira, Gleice Hoffmann, dentre outros. O presidente do STF está calado, disse apenas, que o país não deve manter estado permanente de disputa.

Depois dessa atitude irresponsável do evento Bolsonaro só nos resta convocar o Exército de Brancaleone para nos salvar, porque os poderes que são vilipendiados, atacados estão… a serviço da dor.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.