GILMAR E LEWANDOWSKI PEDEM LIBERDADE IMEDIATA DE LULA; CELSO DE MELLO VAI DECIDIR

0

25 DE JUNHO DE 2019.

Debate acontece na segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF)

Foto: Ricardo Stuckert
Os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski pediram na tarde desta terça-feira (25), em audiência da segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF), a liberdade imediata do ex-presidente Lula.

Gilmar Mendes declarou:

“Diante das razões que eu expus, e do congestionamento da pauta, havia indicado o adiamento. Tem razão o nobre advogado quando alega o alongamento desse período de prisão diante da sentença e condenação confirmada em segundo grau. Como temos toda a ordem de trabalho organizada, o que eu proponho é de fato conceder uma medida para que o paciente aguardasse em liberdade a nossa deliberação completa. Encaminharia nesse sentido, se a o colegiado assim entendesse.”

Ricardo Lewandowski concordou com Gilmar Mendes.

O voto decisivo será do decano Celso de Mello.

A Hashtag #LulaLivreUrgente está em primeiro lugar nas Trend Topicas do Twitter na tarde desta terça-feira. A bancada do PT está no STF aguardando a decisão da Segunda Turma.

São dois os HCs em discussão na 2ª Turma. No primeiro, Lula pede revogação de decisão monocrática do ministro Félix Fischer, do STJ, que rejeitara monocraticamente a absolvição. No segundo, o ex-presidente pede a suspeição de Moro e a consequente anulação de sua condenação em 1ª instância.

Veja também:  As “coincidências” entre o pedido de Moro para “inverter a ordem” de operações e a condução coercitiva de Lula

Veja abaixo live do ex-senador Lindberg Farias (PT-RJ) sobre o assunto:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.