VIOMUNDO: BOULOS, SOBRE A DESOCUPAÇÃO DO TRIPLEX PELA POLÍCIA: “EVIDENTE QUE NÃO TINHAM ORDEM; QUEM PEDIRIA A REINTEGRAÇÃO DE POSSE?”

Da Redação, com informações do MTST e Mídia Ninja

Numa ação de denúncia e resistência, integrantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores sem Teto)  e da Frente Povo Sem Medo ocuparam, na manhã desta segunda-feira (16/04), o apartamento 164-A do Condomínio Solaris, mais conhecido como triplex do Guarujá.

Segundo o juiz Sérgio Moro, o imóvel pertence ao ex-presidente Lula.

Guilherme Boulos, líder do MTST e pré-candidato à Presidência pelo PSOL, logo após a ocupação, afirmoua:

“Pela primeira vez o MTST faz uma ocupação consentida”.

“Se o apartamento é do Lula, o povo foi convidado e pode ficar lá. Nós queremos saber quem vai pedir reintegração de posse. Se não é do Lula, o Judiciário vai ter que explicar por que é que prenderam o Lula por conta desse triplex”.

“Se o triplex no Guarujá é do Lula, o povo pode ficar. Se não é, o juiz Sérgio Moro vai ter que explicar por que ele está preso”

A ocupação foi pacífica e durou cerca de quatro horas

O MTST acabou sendo retirado do imóvel.

Boulos sobre a desocupação do apartamento no Guarujá que o juiz Moro diz que pertence a Lula:

O MTST foi retirado do triplex, sob a alegação de flagrante, disseram que não precisavam de reintegração, e ameaçaram prender todos se não saísse no prazo, levando a uma intervenção do Choque. Totalmente arbitrário. Nenhuma novidade.

Numa ação arbitrária, sem ordem judicial, polícia deu prazo para saída do MTST do triplex, sob pena de prisão de todos os ocupantes.

O triplex foi desocupado, mas o recado ficou. É evidente que não tinham ordem: quem pediria a reintegração de posse?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.