TEMER AFIRMA NA MAIOR QUE É GOLPISTA: “NO BRASIL, CADA UM QUER DERRUBAR O OUTRO”

Resultado de imagem para imagens de temer

 Produção Afinsophia.

  Claro que os brasileiros democratas sabem que os golpistas são desprovidos de qualquer valor ético. Sabem que são verdadeiras aberrações sociais. Não atingiram o grau de elevação que faz uma pessoa ser humana. São simplesmente destituídos de qualquer virtude ontológicas.

   Como não age com racionalidade, o golpista é impulso-egoísta puro. Seu lance é açambarcar o maior número possível de benefícios. Daí, que embora o golpe tenha contado com a participação de milhares de agentes, todos eles só procuram seu pirão primeiro. O seu lucro maior na expropriação do governo popular da presidenta Dilma Vana Rousseff, eleita com mais de 54 milhões de votos de eleitores democratas. Eles são, entre entre eles, o que sempre foram: calculistas individualistas, imorais.

    Temer vem nos mostrar essa realidade incontestável. Denunciado por corrupção por todos os lados tem tentado se apresentar como diferente ao mesmo tempo que tenta apresentar um Brasil irreal para confundir os incautos e satisfazer seus cúmplices. Em pronunciamento afirmou: 

     “O povo brasileiro é maior do que toda e qualquer crise, o povo brasileiro é capaz de encarar os problemas, muitas vezes artificialmente criados, e dizer ‘não vou para o artifício, eu vou na realidade’, e a realidade é o crescimento do país”.

      E mais, afirmou também que “facínoras roubam do país a verdade e bandidos constroem versões” tentando receber perdão para seus crimes. 

       Cabe a Temer, sem qualquer sinal paradoxal, “roubam a verdade do país”. E, “constroem versões”. Tudo que ele faz na mão grande.

    Porém, o grande lance de Temer, em relação a si mesmo, foi afirmar: “No Brasil, cada um quer derrubar o outro”. 

       Temer tenta reduzir o Brasil ao seu entendimento e sua prática, porém a democracia não tem nada a ver com as rasteiras dos golpistas. Na democracia há ética e forma livre de existir ontologicamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.