JANOT PEDE PRISÃO DE JOESLEY BATISTA, RICARDO SAUD E EX-PROCURADOR MARCELO MILLER

0

O pedido deverá ser analisado pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato. A expectativa é que Janot envie também ao STF a rescisão do acordo de colaboração premiada firmado por Joesley e Saud com a Procuradoria Geral da República.

Os pedidos de prisão serão encaminhados ao ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no STF. Segundo reportagem da Folha de São Paulo, o pedido está sob sigilo e não há previsão de quando Fachin irá despachá-lo.

Newton Menezes/Futura Press

Em conversa gravada, Joesley e Saud conversam sobre a suposta interferência de Miller para ajudar nos acordos de delação premiada. O ex-procurador ainda fazia parte do Ministério Público quando começou a conversar com os executivos.

Os dois também falam sobre como arrancar do ex-ministro José Eduardo Cardozo revelações comprometedoras sobre ministros do STF.

O termo de delação prevê que o acordo perderá efeito se o colaborador mentiu ou omitiu, se sonegou ou destruiu provas. Portanto, se Fachin autorizar as prisões, o acordo de delação premiada firmado entre a JBS e a Procuradoria-Geral da República deve ser rescindido. Mesmo que os termos da delação sejam suspensos, continuarão valendo as provas, depoimentos e documentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.