JANOT, MORO, DELLAGNOL E O POWERPOINT DA ESTUPIDEZ: A LAVA JATO JÁ ERA MANÔ!

Produção Afinsophia

O golpe de Estado que a democracia brasileira sofreu com a perda do mandato da presidente Dilma teve a participação direta do judiciário, do legislativo, do executivo, da mídia, de grandes empresários, coxinhas e pessoas das direitas que os apoiaram.

Mas as tramas, os roubos, propinas estão vindo a lume e “magistrados” estão em polvorosas. Ângela Calmon dizia: as denúncias vão chegar ao judiciário. O que Ângela vaticinava está acontecendo. E atinge diretamente quem é o guardião da democracia, da Constituição Federal, a PGR e seu Procurador Geral, Rodrigo Janot. Os ministros do STF se movimentam. Querem que os nomes sejam citados porque coloca a Suprema Corte sob suspeição.

A Lava Jato é uma operação comandada pela PGR. Uma operação  “vaca louca.” Toda essa operação deveria ter como polo central Brasília. Não foi o que aconteceu. Por isso surgiram os Procuradores do Paraná e o tendencioso juiz Sérgio Moro cujo objetivo principal é prender Lula e torná-lo inelegível em 2018. Já fizeram um estrago na economia do país atendendo exigências do capital internacional e o país enfrenta desemprego de mais de 15 milhões de trabalhadores, ataques aos direitos trabalhistas, desforma da previdência social, venda da amazônia, aeroportos, portos, casa da moeda, da Petrobras.

A entrada dos donos da JBS na Lava Jato foi interessante. Ninguém falava neles. Só se dizia que a Friboi era do Lulinha. Quando eles aparecem já tinham prestado depoimentos, tinham garantias e agora descobre-se toda a trama da PGR. Acabou Janot. Acabou Moro. Vocês não são confiáveis. Aliás,  no capitalismo, seus defensores nenhum  é confiável. Janot e Marcelo Milet. Moro, Zucoloto e Tacla Duran.

Rodrigo Janot e Sérgio Moro só têm, junto com os ladrões da República um destino: a Papuda. Temer, Cunha, Aécio, Gedel e todos os criminosos golpistas que possuem provas robustas  não adianta comemorarem a desgraça de Janot e Moro. Crime é crime e mais provas estão aparecendo contra os golpistas. Um alento para os democratas. As provas coletadas nas delações continuam válidas.

A Lava Jato como operação já era! Feita para prender Lula, contra este não conseguiram  provar nada e as provas contra os acusadores de Lula são tantas que Dellagnol  deve  preparar um novo powerpoint com Janot no centro irradiador da corrupção.  

E não adianta, agora, Janot enquadrar Lula, Dilma, Gleisi e o pessoal do PT. O tiro de misericórdia para querer se dar bem com a mídia golpista vai sair pela culatra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.