Encontram-se, hoje e amanhã, na Esplanada do Ministérios, em Brasília, 3mil aposentados e pensionistas em forma de manifestação, lutando junto aos deputados e senadores pela derrubada do veto presidencial ao projeto do senador Paulo Paim (PT-RS), que determina aos aposentados e pensionistas o mesmo reajuste de 16,67% concedido ao salário mínimo. Como se trata de uma sessão conjunta entre a Câmara e o Senado, os manifestantes buscaram a adesão legislativa.

Outra reivindicação dos manifestantes é defender a aprovação da proposta que acaba com o fator previdenciário que extingue o fator previdenciário como base para as aposentadorias. Forma de cálculo que reduz o valor dos benefícios, no momento da concessão, de maneira inversamente proporcional à idade de aposentadoria do segurado. Quanto menor a idade do aposentado, maior é o redutor e, assim, menor o valor do benefício.

Comentando sobre a manifestação e o projeto, o senador Paulo Paim afirmou:

É importante essa pressão democrática para que seja um tratamento mais igualitário aos aposentados. Eu acredito que o Congresso vai se sensibilizar, é uma vergonha para o Parlamento entrar de férias sem votar.”

Por sua vez, João Florêncio, presidente da Associação dos Aposentados do Distrito Federa e Entrono, analisou:

Estamos buscando o reajuste único para todos e a recuperação das aposentadorias. Isso não é pedir demais, é simplesmente o cumprimento de nossos direitos.”

Esta é a luta, aposentados! Todos de olhos e intelectos abertos. Direito é direito, ou não é, mano?

Fonte: Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.