MOBILIZAÇÃO NAS RUAS PELAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Hoje, dia 8, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade e do Poder Público quanto à situação das crianças e adolescentes que foram abandonados por suas famílias, e agora habitam as ruas, a entidade criada em Fortaleza, Campanha de Enfrentamento à Situação de Moradia nas Ruas de Crianças e Adolescentes — “Criança não é de rua”, realiza mobilização simultânea em dez cidades do Brasil, sendo elas: Nova Iguaçu, Maceió, Teresina, João Pessoa, São Luís, Manaus, Fortaleza, Recife, Goiânia e Palmas.

Saída da idéia de criar um abrigo para crianças que viviam nas ruas de Fortaleza, a Campanha, apresentada no Senado em 2005, já conta com mais de 200 entidades em todos os estados do Brasil. Assim, diante de tamanho crescimento, a Campanha tem como objetivo produzir um espaço onde a sociedade possa exprimir suas vivências juntas com as crianças e adolescentes que moram nas ruas.

De acordo com Bernardo Rosemeyer, secretário geral da entidade, que tem sua sede em Fortaleza, será realizado este ano um Seminário para criar as bases do Programa Nacional de Enfrentamento à Situação da Moradia nas Ruas da Criança e Adolescentes.

Em Fortaleza, o Enfrentamento conta com mais de 2000 pessoas, que na orla da praia de Iracema fincarão 411 cruzes, simbolizando a violência contra as crianças.

Fonte: Agência Brasil

Eu vejo a criança que passa*

Carregando a marca da insensatez

Seus olhos sem presente e futuro

Mostram o orgulho do mundo burguês

.

E quem vai pagar esta obra prima

Cuja letra rima com assassinar

E quem vai pagar as noites

Em que os açoites

São a canção de ninar

.

E você que se julga inteligente

Mostra-se inconsequente

Ao não querer tomar partido

Mas não se ilude

Por acaso está salvo

Pois você também é alvo

E se sua sorte mudar, está perdido”

(…)”

* De um certo Devir-Criança, Poeta Poetazóico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.