BANDINHA DO OUTRO LADO 2009

Bandinha 2009 01 por você.

Clique nas fotos para ampliá-las.

A criançada foi chegando de todas as partes de Manaus, principalmente das adjacências da sede da Associação Filosofia Itinerante, situada no bairro do Novo Aleixo, zona Leste, na periferia de Manaus, do Brasil, do Mundo; não a periferia no sentido sociológico tradicional, mas no sentido daquilo que está na borda e salta e transborda, como deve ser o desmedido carnaval dionisíaco.

Bandinha 2009 02 por você.


Bandinha 2009 10 por você.

E a moçada da AFIN, formada por filósofos, semiólogos, estudantes de ensino médio e fundamental, geógrafos, psicólogos, economistas, todos que se fazem educadores na construção coletiva na Bandinha do Outro Lado, como alternativa à comercialização des-carnavalesca que vem da Marquês da Sapucaí, passando pelos sambódromos de todos os estados. Por isso a Bandinha do Outro Lado constrói-se coletivamente a partir da criatividade na preparação instantânea das fantasias e adereços de acordo com o gosto e ludicidade de cada uma das crianças presentes.

Bandinha 2009 06 por você.

Bandinha 2009 07 por você.

Bandinha 2009 11 por você.

Pra esquentar a batida da bandinha da Bandinha do Outro Lado, o companheiro Mário Paracanã, morador da Rio Jaú e que sempre participa da bandinha, trouxe para compartilhar uma marchinha que compôs quando criança e junto a outras crianças lá pelas festejantes terras do Pará.

PASSA O PÃO

Passa o pão! Passa o pão! Passa o pão!

Foi Tabajara

Foi Tabajara na terra de Tupã.

Tem goiabada, marmelada e requeijão…

De que vale tudo isso se você não passa o pão?

Passa o pão! Passa o pão! Passa o pão!

Bandinha 2009 12 por você.

Passou-se, então, um passeio das crianças foliãs com suas máscaras, seus risos soltos, seus desfiles, trazendo toda sua alegria contagiante, todo o contentamento do existir comunitário.

Bandinha 2009 13 por você.


Bandinha 2009 15 por você.

Bandinha 2009 16 por você.

Em seguida, todos se tornaram passistas nos passos compassados e também nos descompassados no concurso de dança, onde não faltou samba no pé.

Bandinha 2009 19 por você.


Bandinha 2009 21 por você.

E aí todas as cores já haviam sido misturadas, a bandinha da Bandinha do Outro Lado segurou na batida e no gogó e os movimentos desconcertantes e imprevisíveis tomaram conta do espaço na alegria de pular o carnaval-criança que não tem início nem fim e nunca se acaba.

Bandinha 2009 22 por você.

Bandinha 2009 26 por você.


Bandinha 2009 23 por você.

E a bandinha levou várias marchinhas conhecidas e outras nem tanto e aproveitou para agitar com uma constante da peça À Procura de um Candidato, que deixamos aqui junto a outras imagens dessa festança.

Os valores necessários

Para um bom prefeito

São o trabalho, o amor e a honestidade

(Tudo o que eu tenho)

Por isso eu peço a vocês, justos eleitores

Que me elejam o prefeito da cidade

(Vibra, meu povo!

Manaus, Manaus, Manaus)

Bandinha 2009 24 por você.

Bandinha 2009 27 por você.

Bandinha 2009 29 por você.

Para acabar de vez com o caos

Da falta d’água, dos buracos,

Do transporte coletivo

E assim nascer a Princesinha Tropical

(Manaus, Manaus, Manaus

Vibra, meu povo!)

Bandinha 2009 31 por você.

Bandinha 2009 28 por você.

Bandinha 2009 30 por você.

Só para liberar toda a potência da garganta da meninada e reposição de energias corporais, porque ninguém é de ferro, houve a distribuição de uma rodada de guaraná com pão e preciosa mortadela.

Bandinha 2009 32 por você.

Bandinha 2009 42 por você.

Mas o mata-broca foi rápido, porque a garotada e também os marmanjos queriam mesmo era brincar o carnaval até não mais parar.

Bandinha 2009 34 por você.


Bandinha 2009 35 por você.

Finalmente teve, na segunda rodada, uma farta distribuição de sorvete, cortesia da fábrica de sorvetes Sempre Frio, do companheiro Nelson Rocha (Papai Noelson nas quadras natalinas).

Bandinha 2009 43 por você.

Bandinha 2009 44 por você.

Bandinha 2009 46 por você.

Bandinha 2009 45 por você.

E aí, como a carne não vai, o carnaval invenção de si não acaba nem fica pouco, como diz o povo, a garotada continuou pulando, dançando, cantando cosmicamente contagiadas pela vitalidade do carnaval.

Bandinha 2009 47 por você.

Bandinha 2009 33 por você.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.