COLUNA VERTEBRAL

Se a Vertebral não analisou nada se realizou

http://farm2.static.flickr.com/1170/1215798491_0ee4c33e86.jpg?v=0

# Os comentários podem ser vários SOBRE A PARADA GAY, mas há um que é fundamental: Estado de coisas para encontrar velhos e novas amigos. Amigos & Amigas não Ltda (limitada) e muito menos SA (sociedade anônima): tudo muito largo e muito bem público. Esta Vertebral marcou presença no agito colorido, que contou o arco- íris da alegria. Uma imensa molécula/social festiva. Adultos e crianças alegres em um passeio agradabilíssimo. Nessa segundona TDPM, Transtorno Disfórico Pré Menstrual, como seria maravilhoso se Manaus fosse todo momento Gay! Mas não percamos esperança, amigas & amigos, um dia o arco-íris desabará sobre nós. Manô também tem direito de fazer parte dessa infinita molécula colorida que é o Mundo Gay.

# Um caso curioso diante da compreensão do que seja lei como direito humano. Quem leu ou viu e ouviu o relato da senhora Renata sobre a relação perigosa de seu ex-marido, “Nei”, com o governador Eduardo Braga, acusando os dois de corruptos, toma ciência de atos de violência praticados pelos dois amigos, cada um contra sua esposa. A senhora Renata afirma que seu marido lhe batia, e que o governador bateu em sua esposa, Sandra. E A COMPREENSÃO DA LEI MARIA DA PENHA? As duas senhoras são detentoras de curso superior, nisso se espera que ambas conheçam seus direitos jurídicos e sociais. O que deve ser verdadeiro, principalmente para quem se mostra envolvida com o direito do público, como é o caso de dona Sandra, que trabalha diretamente com parte da população como Primeira Dama do Estado. Nós, como mulheres, ficamos confusas. Por que estas senhoras não recorreram, ao serem agredidas, se foram mesmo, à Lei Maria da Penha, que saiu exatamente das violências do marido contra a mulher que lhe deu o nome: Maria da Penha? Caso curioso: o que desperta a curiosidade por seu grau de incoerência. Mas não desespera, Maria! O degraus da Penha são muitos, mas um dia eles terão fim.

# Enquanto isso, o INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, noticia que, de julho a agosto, aumentou a devastação na Amazônia. O ministro Minc acredita que o período eleitoral pode ter influenciado, já que a fiscalização diminui.

# Atenção, eleitor Vertebral! Domingo, dia 5, é o grande dia democrático: Vamos Votar! Lembremos que o voto não é individual, individual é o título de eleitor. O voto é social. É uma escolha pessoal implicada no coletivo, e nisso está a responsabilidade e o comprometimento histórico de cada eleitor socializado. Por tal, a escolha é sempre coletiva. Se um eleitor vota em um candidato democrata, ele escolhe para sua cidade a democracia, mas se vota em um candidato tirano, ele escolhe para sua cidade a tirania, ao mesmo tempo que se rebaixa à condição de escravo. Daí quê:

CONTRA A TIRANIA,

VOTE NA DEMOCRACIA!

Este o voto Rock!

O único que dar o toque!

Beijos e abraços Vertebrais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.