O MEDIUM TELEVISIVO E A OPINIÃO PÚBLICA

.TELE-TOTALITARISMO.

Um regime totalitarista não está fechado em suas práticas fascistas de censura, de controle e restrição da liberdade política. Seu objetivo é impedir qualquer movimento intensivo que faça o povo produzir bons encontros. Deve-se conservar o povo na tristeza, na imobilidade, no irracional, na superstição. Fazer com que a realidade seja mitificada e mistificada. Daí que, em um regime totalitarista, tornam-se necessárias coligações com grupos que sejam clones de tal regime para uma melhor proliferação da tristeza. A mídia televisiva desempenha bem este papel de clone do totalitarismo. A Globo nunca conseguiu esconder sua afinidade com os militares durante o regime militar no Brasil. Assim, a mídia televisiva age de forma a aumentar a impotência imposta pelos regimes totalitários. Ela, então, torna-se a vitrine onde a tristeza será veiculada através das programações diárias. A televisão monta sua programação a partir do/para o sofrimento. Ela mantém o estado de coisas da tristeza do regime totalitarista como algo banal, cotidiano, habitual e natural.

“Nós vos pedimos com insistência: não digam nunca – Isso é natural: sob o familiar, descubram o insólito. Sob o cotidiano, desvelem o inexplicável. Que tudo o que é considerado habitual provoque inquietação. Na regra, descubram o abuso, e sempre que o abuso for encontrado, encontrem o remédio.” Bertolt Brecht

Mas não vão pensando que para a tevê ir alastrando a tristeza por aí tem que ter um regime totalitário rolando. Nada disso. Mirem-se nos exemplo que a tele-totalitária Globo gosta de nos dá. A Globo manda na seleção brasileira de futebol. Não teve Branca de Neve que segurasse o Dunga; ele disse logo que tava puto, mas como um bom Dunga, tranqüilo. Mas como ele vai ficar puto com a Globo porque ela manda no apático selecionado brasileiro? Ora, Dunguinha, e tu não sabes que com a televisão o estádio de futebol se tornou um grande estúdio de tevê e todas as partidas em espetáculos financeiros, e pra acabar logo com a frescura, que quem manda mesmo no futebol agora é a televisão? E os jogadores, juízes, torcedores, gandulas…? Simulacros perseguidos pelas câmeras disciplinares e controladoras. Tu és somente mais um dos vários que são, implacavelmente, atacados pela rancorosa Vênus Platinada. Quem não a obedece ou a desacata, ela bate mesmo. Olha o que o menino de recados da Globo Faustão tá fazendo: ele agora toma ares de analista de futebol, mas sabemos que apenas faz o que a patroa Globo manda. Assim como tu fez.

Em todo o Mundo, por meios diretos ou indiretos, a televisão decide onde, quando e como se joga. O futebol se vendeu a telinha de corpo, alma e roupa. Os jogadores são, agora astros de televisão. Quem concorre com seus espetáculos?” Eduardo Galeano

A Globo segue à risca o dito inspirado na bíblia: “Dize-me com quem tu andas e eu te direi quem tu és”. O clone Paulo Maluf ratificou a sua candidatura a prefeito de São Paulo ao lado da apresentadora globotária (também clone) Ana Maria Braga. Tudo certo: Globo e Paulo Maluf: tudo a ver. Paulo Maluf está sendo indiciado pela justiça America por desviar 11,6 milhões de dólares de obras públicas de São Paulo para um banco americano. Desta maneira mudamos, ao nosso modo, a frase de inspiração bíblica: “Dize-me quem tu apóias que eu te direi quem tu és”. Jornalismo Colonialista e tendencioso da Globo. Hoje no Jornal Bom Dia Brasil, Renato Machado, defendeu o regime colonialista na áfrica (Conversa Afiada). Em matéria feita no Jornal Nacional, sobre a operação da Polícia federal João de barro, o casal Simpson tentou envolver a ministra Dilma no caso de corrupção, proferindo a seguinte frase no final da matéria: “A ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, não quis comentar sobre o escândalo” (Bodega Cultural). Estas duas situações demonstram o compromisso que a Globo tem com o tele-totalitarismo.

Ainda com a Globo. De rainha à bruxa: beicinho, beicinho e bye, bye,Xuxa caiu do alto dos píncaros do ibope e viu a realeza se esvair. De rainha dos baixinhos passou a ser a bruxa dos baixíssimos índices de audiência. Ainda lhe deram uma chance e a colocaram agora com um programa para o público adolescente. Mas agora veio o inaceitável: quiseram mudar o horário do programa dela por conta da olimpíada. Imaginemos que ela bateu o pé como baixinho infantilizado, olhou para os seus carrascos da Globo e tenha dito: beicinho, beicinho e bye, bye. Se foi para a Europa de férias. Será que a Globo agora usa a mesma tática de algumas empresas que quando querem demitir o funcionário lhe dão férias? Nada disso. Globo e Xuxa estão juntas, mesmo se separadas fisicamente, seja lá em que emissora for.

Esse Longo Caminho percorrido

lado a lado, nos bons e maus momentos,

faz de nós dois um ser unificado

pelos mais fundos, ternos sentimentos.”

Drummond

SBsTeira nega tudo… quase tudo. Veio a Mara Maravilha pensando que ia ser uma maravilha ter um programa familial, e o patrão Silvio cortou. Ainda teve o pagodeiro Netinho de Paula dizendo que ia pagodear pelo SBsTeira, mas também o patrão cortou logo o pagode dele. Mas quando a Madrinha da Noite, Hebe Camargo, reclamou da mudança de horário do seu programa, o patrão de pronto fez o que a Madrinha mandou. O patrão Silvio é submisso à apresentadora? Claro que não. Ele é acima de tudo, empresário. Ele não aborrece um dos seus mais fundamentais elementos fático televisivo. Ele sabe que a apresentadora tem o rosto que faz a imagem certa ir ao tele-espectador. Para Silvio antes os milhões do que uma briga com a Madrinha da Noite.

Num estudo de caso sobre o programa de Hebe Camargo, Sérgio Miceli demonstra como a animadora afetava sempre uma postura de ‘carinho e aconchego’, como se fosse uma madrinha (mãe postiça), mas alternando os papéis de mãe, filha, ou dona-de-casa.” Muniz Sodré

Que diga a sua amiga da Daslu, que quando foi presa pela Policia Federal, teve em Hebe uma mãe dizendo ser um absurdo uma menina como aquela ser algemada e levada presa.

Dizem que Ratinho pode ir pra Band e ter um programa de humor por lá. Mas um exemplo que a tevê é a grande lastradora da tristeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.