CLINAMEN

___ oblíquas variações infinitas dos corpos ___

____lâmina _____________              Os raios de luz não passam pela névoa para formar a imagem. A imagem brota nos raios e na névoa. Tudo é compossível.          “O essencial para a nossa felicidade é a nossa condição íntima: e desta somos nós os amos”                 Epicuro                  Opiniões sobre os 40 anos de Maio de 68 afirmam que o Movimento não deu em nada. Realmente não deu: Movimento não é para dar em alguma coisa. Não é para o concreto. Movimento é passagem criadora, emergência do novo, acontecimento. A filosofia se libertou da teologia que até então era confundida com revelação do Ser, o Ser-em-si, Essência, Substância, Uno, Todo, Verdade, Perfeito, Transcendência, Fim,…  A filosofia emerge como construtividade criadora de multiplicidades ontológicas.              “Pra cantar samba, não preciso de razão. Cego é quem diz que só se comunica com palavras. Mandei meu dicionário as favas… Mora na filosofia, morou Maria”                            Paulinho da Viola                             ________________________Os membros da CPI da Pedofilia devem ficar atentos aos fios tênues da mitificação e da mistificação, caso contrário não encontrarão nenhum pedófilo.                   “A droga é um fenômeno cultural e certamente um fenômeno de mercado também. Mas os mercados mudam: o fato de existir determinada oferta, não implica necessariamente que o mercado tenha capacidade de abastecimento infinita. (…) O que penso é que as coisas podem mudar e que o único caminho correto é a batalha cultural e não legal (leis, códigos). Uma batalha que se combate no interior da relação com jovens gerações, por mio de uma modificação cultural do estado de coisas, das condições dos jovens”                                    Franco Rotelli                       Um transexual está grávido: Vida. Química/Física: Bio. Nada de inquietações metafísicas. O quê diz a igreja? Anomalia? Bibliologia: Não é homem nem mulher. Atentado contra Deus? Não deve nascer? Mas se tudo está na providência, é fruto de Deus. Deus  está acima dos homens ou os homens estão acima de Deus? Qualquer posição implica os dois. Quem muito atenta à verdade tem que suportar suas faces.                   “A luta contra a finalidade na arte é sempre uma luta contra as tendência moralizadoras, contra a subordinação da arte à moral. A arte pela arte quer dizer: ‘o diabo com a moral’.”                      

                            Nietzsche                          _____________andante alegro      fuga      intermezzo                    Em sua tara antropomorfizadora dos animais, atribuir-lhe qualidades e caracteres humanos,  diz-se de alguém que rejeita o real criando uma realidade fictícia, que ela faz como a avestruz quando ameaçada: mete a cabeça em um buraco para se proteger. Desconhecimento da vida da avestruz. Não antroponaturalista, o filósofo Clément Rosset chama este estado de “inobservância do real”. O caso dos reacionários nacionais em relação ao governo Lula: acreditam que possuem poder de influência sobre a população. Dizem que o amor é cego, nada: cego é a estupidez. Não podia ser de outra condição: é fruto da repressão, afirmava Freud. Daí saltam duas premissas estúpidas: 1. O estúpido, tendo seu humor, vitalidade, interditado, não pode sentir e discernir o seu contrário; 2. Como estúpido, pretende que todos também sejam. Os ingênuos chamariam de sadismo social. Nada a ver com Sade, filósofo. É angústia do nada. Ter sido capturado pelo nada é angustiante. Resta recorrer a dor como trunfo existencial. O que não comove o povo brasileiro. Alguém poderia dizer: “Para o povo, entra por um ouvido e sai por outro”. Não entra. A nadificação da direita parlamentar, empresarial, midiática, jurisprudente… não carrega vibrações capazes de serem capturadas pelos sentido do povo no processual do Sistema Nervoso-Central-Córtico-Cerebral para serem constituídas em idéias reacionárias. A direita não vibra dado o seu baixo grau de ações de seus nervos eferentes e aferentes: mínimo de motilidade/cerebral. Não pode observar o real social que é o Brasil. Por tal seu estado ficcional.                  “Balada triste, que me faz lembrar de alguém. Alguém que existe, e que outra foi meu. Balada triste, melodia do meu drama. Este alguém já não me ama. Esqueceu você também.”                                     Voz: Agostinho dos Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.