SÁBIA GENTE BRASILEIRA

A inteligência objeto de inveja dos outros

Sábia gente Brasileira

? “O mito não se explica. O povo brasileiro colocou o Lula separado do governo dele”. Senadora Marisa Serrano (PSDB/MS), tentando negar a eficácia do governo Lula.

? “O presidente está em momento de popularidade alta pela inflação que foi dominada lá atrás e permitiu o aumento do poder de compra do brasileiro. São razões que vêm de fora do governo Lula”. Senador Agripino Maia (PFL/RN), atribuindo a popularidade do governo Lula a fatores estranhos a sua política administrativa.

? “E muito estranho que os fatos surjam apenas agora. Não sou capaz de julgar ninguém, mas que é no mínimo suspeito é. Está claro que querem nos pegar de alguma forma, mas já viram que não tem jeito”Sérgio Guerra, presidente do PSDB, tentando explicar a notícia de dados da Receita Federal sobre o uso de notas frias da empresa fantasma Gold Stone pelo PSDB na campanha de Serra à Presidência em 2002.

? “A melhor notícia do afastamento de Fidel Castro, depois do fato em si, é o quão irrelevante Cuba se tornou para o resto do mundo.  O ditador é um retrato gasto de um tempo que passou…”. Sérgio Malbergier, colunista da Folha de São Paulo, Caderno Dinheiro.

? “Apesar da boa notícia, seria ingenuidade não ver números na economia brasileira que estão piorando”. Colunista Miriam Leitão, d’O Globo, resistindo a reconhecer passagem do Brasil, pela primeira vez em sua história,  de devedor externo a credor internacional.

? “Este Blog completa quatro anos em meados do próximo mês. Sempre foi atualizado várias vezes por dia… Isso me cobrou um preço elevado. Estou cansado. Muito cansado. É por isso que entro de férias pela primeira vez. Acho que mereço”. Colunista Noblat, d’O Globo, justificando suas férias pelos relevantes serviços prestados ao jornalismo brasileiro.

? “Vossa excelência é um safado”. Sentenciou o senador Mário Couto (PSDB/PA) ao senador Gilvam Borges (PMDB/PA), em atrito sobre a CPI dos Cartões.

? “Amanhã a máscara cai, acabou a palhaçada”. Revidou o senador Gilvam Borges, prometendo para amanhã um discurso revelador.

? “Nós não somos eleitos para isso. Aqui é uma Casa do diálogo e da democracia”. Falou a senadora Kátia Abreu (PFL/TO), tentando contornar os ânimos dos dois senadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.